Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Transparência das contas públicas no Brasil ocupa 8º lugar em ranking mundial

Transparência das contas públicas no Brasil ocupa 8º lugar em ranking mundial

publicado:  02/02/2009 18h48, última modificação:  02/06/2015 16h21

Brasília, 02/02/2009 - O Brasil é o oitavo país no ranking de países de maior transparência na administração dos gastos públicos de acordo com relatório divulgado ontem pelo International Budget Partnership (IBP), instituto americano responsável por monitorar a transparência dos governos na divulgação de seus gastos. Em estudo realizado com 80 países durante o ano passado, o relatório aponta que cerca de 80% deles não prestam contas dos seus gastos.

O estudo “Pesquisa do Orçamento Aberto 2008 elaborou análise abrangente que avalia se o governo central dos países dá acesso à informação orçamentária e oportunidades à população para participar no processo de fiscalização do orçamento.

Para medir o grau de transparência entre os países, o IBP criou o Open Budget Index que vai de 0 a 100%. No ranking apresentado, o governo federal brasileiro atingiu 74%, ficando à frente da Alemanha (64%), Índia (60%) e Rússia.

Os países classificados como altamente transparentes e disponibilizam grande quantidade de dados para a população durante o processo orçamentário, segundo o IBP são Reino Unido (88%), África do Sul (87%), França (87%), Nova Zelândia (86%) e Estados Unidos (82%).

Os países que apresentaram informações insuficientes, segundo o ranking foram Sudão (0%), Arábia Saudita (1%); Argélia (1%); República Democrática do Congo (2%)e São Tomé e Príncipe (2%). Outros que também apresentaram níveis baixos de transparência das contas públicas foram Bolívia (6%), Honduras (11%) e China (14%).