Você está aqui: Página Inicial > Releases > Telefones públicos para deficientes auditivos são instalados nos ministérios

Telefones públicos para deficientes auditivos são instalados nos ministérios

publicado:  26/07/2010 20h02, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 26/7/2010 - A partir de agora, nos ministérios, os deficientes auditivos podem se comunicar por meio de telefones públicos. Os “orelhões foram instalados em todos os blocos da Esplanada, menos nos blocos M e N. No Ministério do Planejamento, foram instalados um no bloco K e outro no bloco C, ambos nas portarias principais, e estão em funcionamento desde o último dia 12.

Estes novos telefones públicos se assemelham a salas de bate-papo da internet. O usuário deverá conectar o fone a um teclado e digitar a mensagem para que a outra pessoa possa ler e entendê-lo. A reposta deverá ser efetuada da mesma maneira. As conversas só podem ser feitas se os dois lados da linha utilizarem os novos modelos.


Foto: Divulgação/Luciano Ribeiro

As pessoas que não possuírem deficiência auditiva, mas quiserem utilizar os novos telefones, poderão usá-los normalmente. O custo a ser cobrado pelas ligações será de mesmo valor ao já estabelecido para ligações efetuadas de telefones públicos.

Segundo a Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração (Spoa), ligada ao MP, não havia reclamações antes da instalação dos telefones e a iniciativa de disponibilizá-los aos deficientes auditivos surgiu da própria subsecretaria, dentro do programa de inclusão social elaborado pela operadora Oi Telecomunicações.