Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Superintendências da SPU nos estados se mobilizam contra o Aedes aegypti

Notícias

Superintendências da SPU nos estados se mobilizam contra o Aedes aegypti

Servidores foram orientados a atuar no combate ao mosquito e a conscientizar população
publicado:  08/12/2016 19h56, última modificação:  08/12/2016 19h56

 

As superintendências regionais da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) estão mobilizadas no combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Em todo o país, as unidades regionais da SPU estão conscientizando servidores e capacitando equipes responsáveis pela manutenção predial para atuarem no combate a focos do inseto. Na última sexta (2), Dia Nacional de Combate ao Mosquito, as unidades regionais da SPU fizeram vistorias, organizaram limpezas em imóveis e distribuíram material informativo à população.


A mobilização teve como base ações integradas e simultâneas, desenvolvidas em articulação com órgãos da administração pública, unidades de saúde, estatais, prefeituras, governos estaduais e população.

Em todo o país, foram visitadas residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais visando conscientizar a população sobre a importância do engajamento de todos nessa luta contra o Aedes aegypti. Segue abaixo as atividades desenvolvidas por superintendências regionais da SPU:

Paraná

Na Superintendência do Patrimônio da União do Paraná (SPU/PR), foi realizada uma palestra com os servidores das subunidades, ressaltando a importância de continuidade das ações de vistoria de possíveis focos do mosquito, tanto na unidade e nas residências de cada um. Também foi realizada vistoria nas dependências da superintendência, com limpeza e desinfecção de cozinhas, banheiros e bebedouros. Em nenhum local, se verificou a existência de criadouros do Aedes aegypti.

Amapá

O antigo prédio do TRT, localizado na área central de Macapá, foi o local escolhido pela Superintendência do Patrimônio da União no Amapá (SPU/AP) para dar início ao trabalho de identificar possíveis focos do Aedes aegypti. Quatro servidores do órgão realizaram um rigoroso check list no local, não sendo detectado nenhum foco do mosquito. Além disso, foram eliminadas situações favoráveis ao surgimento de criadouros do mosquito, com adoção de medidas para evitar o acúmulo de água parada.

Bahia

A colaboração da Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SPU/BA) se deu em duas frentes: a primeira com a participação e acompanhamento do ponto focal das ações integradas e simultâneas, junto à Sala Estadual de Comando e Controle. A segunda, com a divulgação dessas ações por meio de correio eletrônico interno e o planejamento de um curso de formação e capacitação para o combate ao mosquito, voltado especificamente para os funcionários da SPU responsáveis direto pela manutenção predial, serviços gerais e gestão de veículos. O objetivo é consolidar a ação de controle na rotina de trabalho junto aos responsáveis pela gestão dos contratos de manutenção, gestores de veículos e suas respectivas equipes.

Mato Grosso

Em Cuiabá, a Superintendência do Patrimônio da União no Mato Grosso (SPU/MT) participou de vistoria no edifício sede do Ministério da Fazenda, imóvel que abriga, entre outros órgãos, a SPU/MT e a Controladoria Geral da União (CGU). A atividade contou com a presença do ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), Torquato Jardim, e da superintendente substituta do Patrimônio da União em Mato Grosso, Vera Lucia Mayumi Tsuda.

Roraima

A Superintendência do Patrimônio da União em Roraima (SPU/RR) promoveu atividades de fiscalização em parceria com o Exército e a Prefeitura de Boa Vista, a capital do estado. Foram realizadas vistorias e limpeza em diversos imóveis da União que se encontram fechados. O trabalho se estendeu ao dia seguinte e nenhum foco do mosquito foi detectado.

Tocantins

Em Palmas, a Superintendência do Patrimônio da União em Tocantins (SPU/TO) participou da organização logística de diversos eventos que contaram com a presença do ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira e de diversas autoridades. Foram feitas visitas a vários órgãos públicos federais com a participação de agentes de saúde e servidores da SPU/TO. O objetivo foi mostrar as ações essenciais nas vistorias e mobilizar os funcionários desses órgãos.

Distrito Federal

No ambiente interno da Superintendência do Patrimônio da União do Distrito Federal (SPU/DF) foi feita nova divulgação dos cartazes de alerta para realização de vistorias diárias nos bebedouros, ralos dos banheiros, vasos de plantas e demais ambientes que posam conter ou reter águas visando eliminar e impedir focos de mosquitos. Já no prédio do Denit, local onde está localizada a sede do órgão, foram realizadas diversas ações para eliminação e prevenção de possíveis focos do Aedes aegypti. Além disso a SPU/DF tem realizado diversas ações em imóveis da União para evitar o surgimento de criadouros do mosquito.