Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SLTI divulga referências para a aquisição de computadores

SLTI divulga referências para a aquisição de computadores

publicado:  31/07/2006 06h00, última modificação:  02/06/2015 16h21

Brasília, 31/7/2006 - A Secretaria de Logística e tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento (SLTI) disponibilizou no portal www.governoeletronico.gov.br a versão final das especificações técnicas para os editais de compras de microcomputadores do Governo Federal.

As especificações são para as categorias básica, padrão e avançada de estações de trabalho e o documento, que pode ser baixado gratuitamente no portal, incorpora sugestões feitas durante a consulta pública realizada entre 22 de maio a 12 de junho.

Todas as contribuições e as respectivas respostas elaboradas pela equipe técnica também estão disponíveis on-line. As especificações foram elaboradas pela SLTI com o apoio do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

O objetivo dos Padrões de Especificações de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) - Estações de Trabalho - é facilitar o processo de compra de computadores, melhorar a qualidade dos equipamentos adquiridos pelos órgãos públicos e racionalizar o uso dos recursos públicos. Também busca obter ganhos de escala e evitar falhas nos editais.

Categorias

As três configurações adotadas nas especificações são:

Básica - possui as características essenciais para utilização no ambiente de trabalho, como aplicações de escritório, acesso à Internet, correio eletrônico, entre outros.

Padrão - possui características de processamento superiores com relação à estação básica e possui melhor desempenho para um uso mais intenso.

Avançada - possui recursos computacionais avançados e se destina ao uso intensivo do computador, como na utilização de programas gráficos ou no desenvolvimento de sistemas informatizados.

As especificações estão sendo, inicialmente, recomendadas para emprego nos editais de licitação dos órgãos integrantes do Sistema de Serviços Gerais (SISG), integrado pelos órgãos e pelas entidades da Administração Federal direta, autárquica e fundacional.

De acordo com técnicos da SLTI, os órgãos poderão incluir itens específicos segundo suas necessidades. As especificações terão validade até 30 de novembro porque passarão por atualizações periódicas para acompanhar as inovações tecnológicas e as necessidades da Administração Pública Federal.

Posteriormente, a SLTI também vai definir especificações para outros bens de informática como servidores de rede, notebooks e impressoras. A intenção, a médio prazo, é reunir todas essas informações em um portal específico.