Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Seminário debaterá modernização do patrimônio da União

Notícias

Seminário debaterá modernização do patrimônio da União

publicado:  14/06/2017 09h28, última modificação:  14/06/2017 12h53

A Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) promovem, nos próximos dias 20 e 21 de junho, um debate sobre os principais desafios na administração do patrimônio da União. O objetivo é traçar o panorama da administração desses bens, definir suas perspectivas e modernizar a gestão. O Seminário “O Patrimônio da União a serviço da sociedade: panorama, desafios e perspectivas”, acontece no Auditório da Escola da AGU, localizada no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 6, lote 800, térreo.

Fruto da iniciativa da SPU, o seminário tem como finalidade discutir os principais assuntos técnicos e jurídicos que envolvem o patrimônio da União, debater seus maiores problemas e integrar os diversos órgãos que participam e contribuem para a gestão desse patrimônio. A ideia é tornar a administração desse patrimônio mais moderna e eficiente. A abertura do evento contará com a participação do secretário do Patrimônio da União, Sidrack Correia.

Inscrições

O público-alvo do seminário são servidores da SPU, membros e servidores da AGU, membros de carreiras jurídicas, entidades parceiras, servidores públicos e comunidade em geral. Para participar, basta se inscrever, até esta sexta-feira (16) por meio do email eagu.eventos@agu.gov.br . A inscrição é gratuita e mais informações podem ser obtidas na coordenação de eventos da AGU (Coeve), pelo telefone (61) 2026-7073 ou pelo site da AGU

Além da SPU e da AGU, participarão do evento a Procuradoria-Geral da União (PGU), a Procuradoria-Geral Federal (PGF), o Ministério da Transparência, a Controladoria-Geral da União (CGU), o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público Federal (MPF).

Cada órgão participante apresentará um panorama atual de sua atuação abordando os desafios enfrentados, com o objetivo de aperfeiçoar e lançar perspectivas baseadas num cenário de integração e busca de soluções. A programação, nos dois dias de debates, começa às 9h e vai até às 18h20, com intervalo das 12h45 às 14h30.