Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Redução de gastos com diárias já chega a quase 60%

Redução de gastos com diárias já chega a quase 60%

publicado:  26/04/2011 17h21, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 26/04/2011 - O desembolso para o pagamento de diárias dos servidores da administração pública federal que se deslocam a serviço foi 58% menor em março deste ano do que o registrado no mesmo período de 2010. Os gastos caíram de R$ R$ 72,93 milhões para R$ 30,43 milhões. Já as despesas com passagens, neste mesmo intervalo, diminuíram 18%, passando de R$ 41,91 milhões para R$ 34,19 milhões.

Houve também redução no acumulado do primeiro trimestre de cada ano. No caso das diárias a queda foi de 33%, ou seja, R$ 130,65 milhões do ano passado contra R$ R$ 87,69 de agora. Nessa comparação, a emissão de bilhetes aéreos também foi reduzida em 15%, de R$ 65,79 milhões para R$ 56,04 milhões. 

O resultado é um dos reflexos do Decreto 7.446/2011, que estabeleceu limites para o empenho das despesas com diárias, passagens e locomoção do funcionalismo a partir de 1º de março. Os números são do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).

Diárias e passagens são rubricas de despesas de custeio do executivo federal, que compreende os órgãos da administração direta, autárquica e fundacional em todo o país. Não estão neste levantamento as entidades da administração indireta, como empresas públicas e sociedades de economia mista. Os valores referem-se aos créditos empenhados liquidados, que são os serviços já entregues pelo fornecedor.