Você está aqui: Página Inicial > Releases > Planejamento inicia projeto piloto do novo modelo de dimensionamento da força de trabalho

Notícias

Planejamento inicia projeto piloto do novo modelo de dimensionamento da força de trabalho

A ferramenta deverá gerar uma economia de R$ 193,5 milhões em cinco anos
publicado:  09/03/2018 12h39, última modificação:  09/03/2018 12h39

O novo modelo de gestão do dimensionamento da força de trabalho no serviço público será implantado como piloto a partir da próxima segunda-feira(12) na Coordenação-Geral de Pessoas (COGEP) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP). A medida foi anunciada nesta quinta-feira (07/03) durante reunião com representantes do ministério e da Universidade de Brasília (UNB).

O secretário de Gestão de Pessoas, Augusto Chiba, destacou a importância da tecnologia. “É preciso olhar para o futuro, e não mais analisar os pedidos de contratação que são baseados em fatos pretéritos”, ponderou. Chiba acrescentou que o governo federal tem se empenhado na busca por profissionais capacitados e motivados e que vai disponibilizar, sem ônus, a ferramenta para todo o Poder Executivo Federal.  

A proposta, uma parceria com a UnB, vai permitir melhorar a qualidade e eficiência do serviço público a partir da obtenção de informações mais seguras sobre a força de trabalho e as necessidades futuras. Espera-se que, em cinco anos, o projeto possa gerar uma economia de R$ 193,5 milhões para o governo. 

Nesta primeira fase, será realizada a customização da metodologia, ou seja, a tipificação dos serviços para a unidade de gestão de pessoas do ministério, que permitirá sua implementação para as demais áreas de gestão de pessoas dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal.

 Neste semestre, o projeto também entrará em fase piloto na Advocacia-Geral da União (AGU), na Controladoria–Geral da União (CGU) e nas universidades federais.  A expectativa é que o dimensionamento da força de trabalho, que antes demandava cerca de três anos para sua implantação, seja realizado em apenas três meses.