Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento defende uso de tecnologia para governo ser mais sustentável

Notícias

Planejamento defende uso de tecnologia para governo ser mais sustentável

Ações digitais do Ministério para facilitar a vida dos cidadãos e reduzir custos foram apresentadas em seminário no Instituto Serzedello Corrêa
publicado:  20/06/2017 16h53, última modificação:  20/06/2017 16h53

O secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação, Marcelo Pagotti, defendeu hoje (20) o uso de soluções digitais para tornar a administração pública mais sustentável. Durante o seminário “Sustentabilidade na Administração Pública: Panorama e estratégias de Gestão”, o secretário apresentou as principais ações do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) para transformar digitalmente o governo brasileiro. O evento, uma iniciativa do Poder Judiciário, está sendo realizado no auditório do Instituto Serzedello Corrêa, em Brasília.

“Um dos grandes desafios do governo federal é entregar mais serviços públicos para a sociedade com menos recursos financeiros, sendo assim mais sustentável. Nossa proposta é enxergar o cidadão de uma maneira única dentro da administração pública federal, fazendo a limpeza, por exemplo, dos diversos cadastros existentes nos órgãos federais”, afirma Pagotti.

Uma das ações do MP para alcançar este resultado é a Plataforma de Cidadania Digital. Instituída em dezembro do ano passado pelo Decreto nº 8.936/2016, a plataforma tem o objetivo de ampliar e simplificar o acesso dos cidadãos brasileiros aos serviços públicos. O Portal de Serviços do governo federal (servicos.gov.br) se tornará em breve o canal único e integrado para a disponibilização de informações, solicitação eletrônica e acompanhamento de serviços públicos.

“Queremos também que o governo seja enxergado pelo cidadão de uma maneira única. A plataforma unificará a visão dos serviços públicos para o cidadão. Hoje o cidadão tem o ônus de procurar nos sites governamentais onde determinado serviço pode ser realizado”, disse Pagotti.

Além de facilitar a vida dos cidadãos com a eliminação de deslocamentos desnecessários, tempo de espera nas filas, impressão dispensável de certidões e autenticação de documentos, a plataforma também reduzirá os gastos do governo federal. Pesquisas demonstram que a transformação digital dos serviços públicos deve gerar uma economia de 97% para a administração pública.