Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Nos EUA, ministra apresenta cenário positivo para investimento no Brasil

Nos EUA, ministra apresenta cenário positivo para investimento no Brasil

publicado:  29/03/2012 14h09, última modificação:  02/06/2015 16h22

Brasília, 29/3/2012 - Em reunião com investidores americanos e brasileiros, nesta quinta-feira (29), em Nova Iorque, a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Miriam Belchior, afirmou que a economia brasileira vai crescer mais em 2012 do que no ano passado, destoando de um mundo em desaceleração. A ministra mostrou a empresários, investidores americanos e brasileiros, representantes do corpo diplomático e jornalistas, que o Brasil assumiu a quarta posição no mundo em fluxo de investimento externo, alcançando o recorde histórico de US$ 66,7 bilhões.

Ao dizer que o Brasil se tornou a 6ª maior economia do mundo, a ministra apontou uma série de pontos favoráveis para que se invista no país. “É um lugar de oportunidades para sua população, para empreendedores e para investidores que buscam estabilidade econômica, mercado consumidor em expansão e políticas de apoio aos investimentos e à inovação.

Miriam Belchior mostrou aos participantes da reunião que o Brasil entrou em 2012 com taxa de câmbio mais competitiva, taxas de juros menores e solidez fiscal do governo, das empresas e das instituições financeiras. Também listou como pontos positivos a baixa taxa de desemprego, o controle da inflação, a confiança dos consumidores e dos empresários e a forte carteira de investimentos públicos e privados para os próximos anos.

“Reduzimos a dívida líquida do setor público de 60,4% do PIB em dezembro de 2002 para 36,4% do PIB em dezembro de 2011, e o déficit nominal de 4,5% do PIB para 2,6%. Outro elemento essencial desse momento do Brasil é a redução da nossa vulnerabilidade externa, essencial para o enfretamento de cenários externos incertos. Desde 2007, o Brasil é credor externo líquido, com os ativos em moeda internacional superando a dívida total, enumerou a ministra.

Ao responder sobre o superávit fiscal previsto para 2012, de R$ 55 bilhões, Miriam Belchior afirmou que a meta certamente será atingida. “Não há risco de não cumprimento da meta de superávit. Para nós, o superávit é sagrado. Ano passado, superamos a meta em 11 bilhões.

Durante o encontro, realizado na Câmara Brasileira-Americana de Comércio, Miriam Belchior destacou a importância da relação bilateral entre Brasil e Estados Unidos, mas reforçou a necessidade de o país manter acordos comerciais com outros países. “Saímos da crise de 2008 e 2009 por conta da força do mercado interno brasileiro, e também contando com as relações multilaterais que mantemos com outros países, como Índia e China.