Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministro do Planejamento recebe secretários do trabalho

Ministro do Planejamento recebe secretários do trabalho

publicado:  11/08/2004 06h00, última modificação:  02/06/2015 15h58

Brasília, 11/08/2004 - O ministro Guido Mantega recebeu hoje, dia 11, no salão nobre do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, 20 secretários estaduais do Trabalho, que vieram participar da reunião extraordinária do Fonset (Fórum Nacional de Secretários do Trabalho), realizada ontem, no Hotel San Marco, em Brasília.

Na audiência com o ministro do Planejamento, os secretários estiveram acompanhados pelo presidente do Fórum, Pe. Roque Zimmermann e pelo deputado federal, Tarcísio Zimmermann, que preside a Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados. Os secretários do trabalho solicitaram novos recursos para programas de qualificação profissional ainda este ano e dentro dessa mesma finalidade, recursos adicionais no Orçamento de 2005. A cobrança por mais verbas para ações de emprego foi assunto do 66º Fonset, em maio deste ano, em Fortaleza, Ceará.

Apesar de destacar as dificuldades orçamentárias com que o Estado atualmente se depara, Guido Mantega disse aos secretários que a reivindicação apresentada será examinada, no sentido de verificar a possibilidade de algum recurso a mais para 2004, que possa contemplar especialmente os programas Plansine (Plano de Ação para o Sistema Nacional de Emprego) e Plantec (Plano Territorial de Qualificação Profissional). O primeiro deles focaliza a colocação de desempregados, o outro programa organiza a requalificação do trabalhador.

"Nesse momento em que o país está retomando o seu crescimento, aumenta a necessidade de absorção de trabalhadores", reconheceu o ministro ao observar que os trabalhadores brasileiros ainda não estão preparados para os novos desafios. "Além do pouco tempo de escolaridade, nossos trabalhadores não possuem a qualificação adequada, exigida pelos novos postos de trabalho que estão sendo criados".

Por conta dessa dificuldade, o Ministro do Planejamento disse que o governo está atento quanto a providenciar, em médio e longo prazos, a intensificação dos programas de qualificação. O ministro adiantou também que, em 2005, o Ministério do Planejamento, deverá ampliar os recursos destinados ao Ministério da Educação, com vistas a consolidar a elevação dos níveis de escolaridade. "Estamos conscientes de que, para fazer frente à nova realidade provocada pela grande transformação tecnológica, devemos preparar nossos estudantes e reciclar os trabalhadores", finalizou.