Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministra do Planejamento participa de reunião do BID em Montevidéu

Ministra do Planejamento participa de reunião do BID em Montevidéu

publicado:  16/03/2012 18h06, última modificação:  02/06/2015 16h22

Brasília, 16/3/2012 - A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, participa, na próxima segunda-feira (19), da 53ª Reunião Anual da Assembleia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Montevidéu, no Uruguai. A extensa agenda de trabalho da ministra, que prevê doze reuniões bilaterais, já começa no sábado, quando, pela manhã, ela participa de reunião com ministros da Unasul e, na parte da tarde, com ministros do G20. Confira aqui detalhes da agenda da ministra.

No domingo (18), Miriam Belchior fará uma apresentação sobre a Rio +20. O objetivo é reforçar o convite para que todos os chefes de estado estejam no Rio de Janeiro entre os dias 20 e 22 de junho para firmar, junto com o Brasil, um compromisso sólido pelo desenvolvimento sustentável do planeta.

Na segunda-feira (19), a ministra, realiza o discurso do Brasil na 2ª sessão plenária da Assembleia. Miriam Belchior pretende chamar a atenção do BID para as demandas de recursos da América Latina e do Caribe. Segundo ela, a integração regional e a seleção de projetos de caráter estruturante podem contribuir para programas como o de cooperação com o Haiti, por exemplo.

De acordo com dados preliminares da organização, o encontro de Montevidéu contará com o número recorde de 2,3 mil delegados estrangeiros, 500 a mais que o número de participantes das últimas assembleias - de Cancún (México), em 2010, e de Calgary (Canadá), em 2011.

BID

Hoje, o Brasil conta com uma carteira de 226 projetos em execução, preparação ou negociação que somam montante de US$ 13,3 bilhões com o BID, incluindo projetos importantes para Estados, municípios e União. Por meio de empréstimos e operações de cooperação técnica não-reembolsáveis, o BID é fonte de financiamento multilateral em 26 países desde 1959. O Banco atua com os setores público e privado, além de organizações da sociedade civil, para estimular o desenvolvimento econômico sustentável, modernizar as instituições públicas e fomentar o livre comércio e a integração regional. (veja aqui projetos financiados pelo BID no Brasil)

O BID realiza essa reunião, todos os anos, com países membros e representantes de governos e iniciativa privada da área financeira, com o objetivo de discutir temas ligados às questões econômicas e seus reflexos. É o principal banco de investimentos da região formada pelos países da América Latina e do Caribe. O Brasil é o maior tomador de seus recursos e um dos sócios com mais capital.

Os governadores do BID são ministros, presidentes de bancos centrais e outros funcionários de alto escalão. O Brasil conta com dois representantes nesta comissão: a ministra Miriam Belchior (governador titular) e o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Carlos Augusto Vidotto (suplente).