Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério do Planejamento se reúne com presidente da Procergs e da Procempa

Ministério do Planejamento se reúne com presidente da Procergs e da Procempa

publicado:  13/11/2006 06h00, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 13/11/2006 - O secretário-executivo do Ministério do Planejamento, João Bernardo de Azevedo Bringel, e o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério, Rogério Santanna, se reúnem nesta terça-feira, dia 14 de novembro, em Porto Alegre, com o presidente da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs), Carlos Alberto Pacheco dos Santos, e com o presidente da Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa), André Ilmar Kulczyncky.

Segundo Santanna, o objetivo do encontro é conhecer sistemas de informação desenvolvidos por essas companhias. É o caso do projeto que está sendo desenvolvido pela Procergs para o gerenciamento e o controle da execução Orçamentária, Extra-orçamentária e Financeira da Despesa e da Receita do Estado do Rio Grande do Sul.

A iniciativa possibilita acompanhar as contas, contratos, estoques, consumos, pagamentos, convênios e administração de bens dos órgãos estaduais e visa reduzir custos, melhorar a eficiência e conferir transparência na gestão dos recursos públicos. O encontro na Procergs será às 9h desta terça-feira.

O Ministério do Planejamento também quer conhecer mais sobre o sistema informatizado de gerenciamento de pavimentos, desenvolvido pela Procempa, que é capaz de informar tipos de pistas e trechos, defeitos e obras nas ruas de Porto Alegre. A ferramenta também faz simulações sobre degradações futuras nos pavimentos da cidade que possibilitam calcular um índice para orientar os investimentos para os anos seguintes.

O sistema tornou-se mais ágil em 2004 com a introdução de uma tecnologia que, além de baixar custos, permitiu aumentar o seu poder de processamento em quase 8000% - hoje o sistema é capaz de gerar um relatório para toda a malha viária de Porto Alegre para um período de 15 anos em aproximadamente 90 segundos.

A melhoria foi possível graças à implementação da tecnologia de grids - uma arquitetura computacional que distribuiu o processamento em diferentes computadores, que podem estar em diferentes locais, para o compartilhamento de recursos e o aproveitamento de capacidades ociosas. Essa implementação no sistema original de gerenciamento de pavimentos é coordenada pela Pontifícia Universidade Católica do RS (PUC/RS) e conta com financiamento do Ministério da Ciência e Tecnologia.