Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mais quatro órgãos estaduais e federais eliminam uso de papel na tramitação de processos

Notícias

Mais quatro órgãos estaduais e federais eliminam uso de papel na tramitação de processos

Já são 115 as instituições públicas que aderiram ao SEI, ferramenta eletrônica disponibilizada pelo Ministério do Planejamento
publicado:  13/03/2017 15h24, última modificação:  14/03/2017 08h11

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e os governos estaduais da Bahia e de Pernambuco (*) são as mais novas instituições públicas a utilizar o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) na tramitação de processos.

Foto: Gleice Mere/ Ministério do Planejamento

Com as novas adesões, assinadas nos últimos 30 dias, a gestão de documentos e processos eletrônicos desses órgãos será transferida para um ambiente virtual – desde criação, edição, assinatura, até armazenamento de processos.

“Mais do que oportunidade, é uma exigência para o setor público utilizar os recursos tecnológicos disponíveis. Temos o desafio de equilibrar despesas e não podemos cometer um grave equívoco de alocar recursos onde não é mais necessário”, disse o secretário de Gestão do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), Gleisson Rubin.

Até o momento, 115 instituições aderiram ao sistema: 65 estão em fase de implantação e 50 já utilizam a ferramenta. O SEI é uma das três ações do Processo Eletrônico Nacional (PEN), coordenado pelo MP.

Desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), a solução é cedida gratuitamente para órgãos públicos do Executivo federal e governos estaduais. Mais informações sobre a ferramenta podem ser obtidas aqui.

Em algumas instituições que já utilizam o sistema eletrônico, houve redução de aproximadamente 90% do tempo de tramitação de determinados tipos de processos, diminuição de 28% no gasto com aquisição de material de escritório e de 11% em serviços postais.

“A implantação do sistema eletrônico abre portas para que o estado entre em uma rota de digitalização e modernização de seus serviços, que vai alterar a própria forma de relacionamento com os cidadãos e com as empresas”, enfatiza Rubin.

(*) Veja as fotos da assinatura de adesão ao SEI pelo governo de Pernambuco