Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mais de 50 órgãos já publicaram seus Plano de Dados Abertos

Notícias

Mais de 50 órgãos já publicaram seus Plano de Dados Abertos

Política de Dados Abertos do Governo Federal foi instituída há um ano
publicado:  11/05/2017 18h05, última modificação:  11/05/2017 18h05

Levantamento realizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) revela que cinquenta e um órgãos já elaboraram o seu Plano de Dados Abertos (PDA). Recentemente, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ), o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) lançaram os seus planos. A elaboração destes planos atende ao Decreto nº 8.777, que comemora um ano de vigência nesta quinta-feira (11).
 
O Ministério do Planejamento tem trabalhado para auxiliar os órgãos federais no desenvolvimento de seus Planos de Dados Abertos. Esta política é importante porque a divulgação de informações em formato aberto aproxima o governo da população, melhorando o controle social e ampliando a oferta de serviços públicos”, afirma o secretário de Tecnologia da Informação do MP, Marcelo Pagotti.
 
Para ser considerado dado aberto, as informações devem ser disponibilizadas em formato que possa ser tratado por pessoas e máquinas. Neste caso, qualquer cidadão pode livremente usá-los, reutilizá-los e redistribuí-los, estando sujeito, no máximo, a exigência de creditar a sua autoria. Atualmente, o Portal Brasileiro de Dados Abertos (dados.gov.br) conta com 2.938 conjuntos de dados disponíveis para uso e reúso pela sociedade. “Neste primeiro ano de política, dobramos as informações disponíveis no portal”, disse Pagotti.
 
Ranking Mundial

O Brasil subiu quatro posições no ranking mundial de Dados Abertos e agora ocupa a oitava colocação entre os países analisados pela Open Knowledge Foundation (OKFN). As ações do governo brasileiro também colocam o país como líder na abertura de dados na América Latina.

O levantamento está presente na edição anual do Índice de Dados Abertos Brasil (ODI, na sigla em inglês), que foi lançado em abril pela Open Knowledge Brasil e Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV/DAPP).