Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Liberados R$ 250 milhões para Jogos Pan-Americanos e Previdência

Liberados R$ 250 milhões para Jogos Pan-Americanos e Previdência

publicado:  09/03/2006 09h00, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília 9/3/2006 - O Governo Federal liberou hoje, 09/03, recursos no valor total de R$ 250,5 milhões voltados para a segurança e execução de obras dos Jogos Pan-Americanos de 2007 e pagamento de serviços prestados pelas agências da Previdência Social.

A abertura de crédito extraordinário foi feita por Medida Provisória publicada no Diário Oficial da União de hoje. Serão destinados R$ 140 milhões ao Ministério da Justiça que, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, terá a responsabilidade de implementar o Plano de Segurança Pública durante a realização dos jogos. Além do desenvolvimento de ações de segurança pública associada às de inteligência, serão implementadas ações de prevenção contra a violência, como por exemplo, a capacitação de mil jovens voluntários, identificados como brigadistas socorristas, e outros 10 mil, que atuarão como de guias cívicos durante a realização dos jogos e gestores municipais de segurança.

O Ministério do Esporte ficará com R$ 84,5 milhões , sendo R$ 60 milhões para celebrar convênio com o Estado do Rio de Janeiro e a Prefeitura Municipal, visando a execução de obras do Parque Olímpico do Rio, a ser adaptado no autódromo Nelson Piquet, onde ocorrerão competições de basquete, ciclismo de pista, ginástica artística e de trampolim, nado sincronizado, natação e saltos ornamentais. O restante será destinado às despesas relacionada à manutenção e custeio de instalações da Vila Pan-Americana, divulgação dos jogos, entre outras ações que visem à realização dos XV Jogos Pan-Americanos e Para-Pan-Americanos, na cidade do Rio de Janeiro.

No âmbito do Ministério da Previdência Social, R$ 26 milhões serão destinados ao pagamento de serviços de processamento de dados dos benefícios previdenciários, ao aparelhamento de agências já reformadas do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS que se encontram desativadas por falta de mobiliário, e à aquisição de equipamentos médicos para os novos peritos concursados. Desta forma, o Governo Federal busca melhorar o atendimento ao cidadão beneficiário dos serviços previdenciários.