Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo está aberto ao diálogo, diz Mantega

Governo está aberto ao diálogo, diz Mantega

publicado:  24/08/2004 09h00, última modificação:  02/06/2015 18h58

Brasília, 24/08/2004 - O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Guido Mantega, disse que o governo federal está aberto ao diálogo com a oposição para tentar superar os obstáculos à aprovação do Projeto de Parceria Público-Privadas - PPP. Segundo ele "temos que avançar para superar os pontos de conflito porque o projeto é importante para o país, não para o governo".

Mantega enfatizou que as eleições municipais de outubro não podem "parar o país" e impedir ainda este ano a aprovação de projetos de interesse do Brasil.

O ministro esteve reunido em seu gabinete em Brasília com o ministro chefe da Coordenação Política, Aldo Rebelo, e o presidente da CNI - Confederação Nacional da Indústria, Armando Monteiro, para conversar sobre a agenda de desenvolvimento para o país e o encaminhamento das discussões sobre o projeto de PPP de forma a superar as dificuldades apontadas pela oposição.


Foto: Antonio Cunha

Segundo Mantega, a CNI vem trabalhando junto com o governo na discussão de vários itens relacionados com a ampliação de investimentos. O ministro ressaltou que o governo está tomando medidas concretas para aumentar os investimentos do setor produtivo, diminuindo a carga fiscal e melhorando o sistema de credito.

Guido Mantega salientou que o Brasil vive hoje uma oportunidade única de ingressar num ciclo virtuoso de crescimento como não experimenta há mais de 20 anos. Destacou que estão colocadas as condições para a retomada do crescimento sustentável e algumas condições são imprescindíveis para que se consiga alavancar os investimentos e ampliar a capacidade de produção.

O ministro disse que o Projeto de PPP é um instrumento importante para ajudar a construir a infra-estrutura necessária para dar vazão ao aumento de produtividade.

O PPP foi analisado, discutido e recebeu várias sugestões que foram incorporadas, esclareceu Mantega e acrescentou que "é um projeto importante que não foi desclassificado por nenhum segmento da sociedade. Então se há algum problema, vamos conversar e ouvir as propostas da oposição para superar as barreiras e aprovar um projeto que é importante para o país".

Segundo Mantega, se o ponto que preocupa a oposição é em relação à responsabilidade fiscal, "estamos dispostos a colocar as propostas concretas que vierem da oposição porque posso afiançar que ninguém se preocupa mais com a responsabilidade fiscal que este governo. O que não podemos é não ter diálogo".