Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo debate estratégia para digitalizar serviços públicos

Notícias

Governo debate estratégia para digitalizar serviços públicos

Plataforma vai disponibilizar informações, solicitações e acompanhamento eletrônico de serviços
publicado:  17/03/2017 13h49, última modificação:  17/03/2017 14h18

 

Com o objetivo de levantar informações para ampliar a digitalização dos serviços públicos, órgãos da Administração Direta Federal participaram, nesta quinta-feira (16), da reunião de Implantação da Plataforma de Cidadania Digital. O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), apresentaram no encontro orientações aos órgãos sobre como identificar quais serviços públicos de atendimento ao cidadão são oferecidos pelo governo federal. Ainda, foi apresentado e debatida a estratégia de transformação dos serviços públicos, com base no modelo de Plano de Integração à Plataforma de Cidadania Digital.

Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejmaneto 

Em janeiro, oito ministérios participaram da primeira etapa do censo. A pesquisa detalha informações como a natureza e o número de etapas do serviço oferecido pelo órgão, a quem se destina, documentos necessários, quantidade de interações com o usuário e estágio atual de digitalização do serviço. Segundo o diretor do Departamento de Modernização da Gestão Pública do MP, Luis Felipe Monteiro, o censo será uma etapa importante para que os órgãos governamentais apresentem as suas prioridades e elaborem a estratégia de transformação, que incluiu o registro dos seus serviços no Portal de Serviços do Governo Federal (servicos.gov.br). 

“Atualmente, 102 milhões de brasileiros acessam a internet frequentemente. Digitalizar os serviços públicos pela ótica da eficiência reduz em até 97% do custo para o governo, enquanto remove do cidadão a exigência de deslocamento, espera em filas, certidões e autenticação de documentos, que são dificuldades enfrentadas atualmente no atendimento presencial", enfatizou Monteiro.

Lançada em dezembro, a Plataforma de Cidadania Digital busca ampliar e simplificar o acesso dos cidadãos brasileiros aos serviços públicos digitais. O Portal de Serviços do Governo Federal se tornará em breve o canal único e integrado para a disponibilização de informações, solicitação eletrônica e acompanhamento de serviços públicos.

Planos de integração

O segundo tema da reunião foi a elaboração do plano de integração dos serviços prestados pelos órgãos à Plataforma de Cidadania Digital. De acordo com o Decreto 8.936, de dezembro de 2016, todos os órgãos da administração pública federal devem entregar e publicar este mês os seus planos. Para simplificar o trabalho dos órgãos públicos na transformação digital de seus serviços públicos, o MP disponibilizou um modelo desse documento.

O objetivo do plano de integração é descrever a estratégia do órgão para a transformação digital dos serviços públicos oferecidos aos seus usuários. De forma rápida e sucinta, os gestores públicos poderão priorizar quais serviços serão digitalizados nos próximos meses. 

“A plataforma surge da necessidade de atender melhor à sociedade e de trazermos para a prática o melhor do mundo digital. O Plano de Integração é o documento no qual cada órgão apresenta como se encaixa nesse novo modelo que oferece mais eficiência, inclusive de recursos, associando o melhor da gestão e da tecnologia”, disse a coordenadora geral de Dados e Serviços Públicos Digitais, Elise Gonçalves.