Você está aqui: Página Inicial > Releases > Fim do prazo para compra de imóveis da União

Notícias

Fim do prazo para compra de imóveis da União

Apartamentos no Plano Piloto atraem centenas de interessados
publicado:  16/04/2018 12h56, última modificação:  16/04/2018 14h59

 

Termina nesta terça-feira (17) o prazo para visitação dos 28 imóveis da União colocados à venda no Distrito Federal pela Secretaria do Patrimônio da União do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (SPU/MP). Na quarta-feira (18), serão recebidos documentos e propostas para compra dos 21 apartamentos e dos sete lotes que serão vendidos, por meio de concorrência pública.

“É uma ótima oportunidade para quem deseja adquirir um imóvel totalmente regularizado e com localização privilegiada”, afirma o secretário do Patrimônio da União, Sidrack Correia. A entrega das propostas deverá ser feita das 10h às 14h, do dia 18, no auditório térreo do Ministério do Planejamento, no bloco K, da Esplanada dos Ministérios. Logo em seguida, serão abertas para conhecimento.

Até terça-feira, às 17h, ainda é possível conhecer os imóveis pessoalmente. Os interessados podem agendar a visita pelo telefone (61) 2020-1904 ou pelo email vendaspu@planejamento.gov.br . Além disso, as fotos dos apartamentos e lotes estão disponíveis no endereço imoveis.planejamento.gov.br.

O edital foi lançado no último dia 15 de março e faz parte da estratégia da SPU de reduzir gastos e aumentar a arrecadação com a venda de imóveis que estão desocupados e não podem ser de uso público.

De acordo com Sidrack Correia, a procura está muito grande. Até a última sexta-feira (13), mais de 400 visitas foram feitas aos apartamentos localizados nas Asas Sul e Norte, contabilizando cerca de 4 mil acessos ao site, que traz a relação dos imóveis à venda. As visualizações ultrapassaram a marca dos 25 mil.

Oferta- Estão à venda 21 apartamentos de 2 a 4 quartos, com áreas que variam de 84,73 metros quadrados a 169,03 metros quadrados, com preços mínimos de R$ 592 mil a R$ 1,386 milhão. Localizados no Plano Piloto, em área nobre de Brasília, são 14 na Asa Norte e 7 na Asa Sul.

Também são oferecidos seis terrenos destinados a residências no Lago Sul e um no Guará II. No Lago Sul, os imóveis têm áreas de 540 metros quadrados a 800 metros quadrados, com preços de R$ 1,280 milhão a R$ 2,120 milhão. O terreno no Guará II está localizado na quadra 33, no Setor Residencial, Indústria e Abastecimento (SRIA) e tem 2,7 mil metros quadrados com preço mínimo de R$ 7,391 milhões.

O valor total mínimo dos 28 imóveis é de R$ 39,490 milhões. Podem participar da concorrência pessoas físicas e jurídicas, inclusive por meio de consórcio, exceto servidores do Ministério do Planejamento.

Os interessados deverão apresentar uma proposta por imóvel. A proposta vencedora será a de maior valor, que deve ser igual ou superior ao preço mínimo constante do edital. Para participar, é obrigatório o recolhimento de caução no valor correspondente a 5% do preço mínimo do imóvel escolhido. Esse depósito deve ocorrer antes da apresentação da proposta e será devolvido aos interessados que não tiverem sua proposta escolhida.

Na quarta-feira, dia concorrência, os interessados devem apresentar, até às 14h, a documentação exigida, comprovante de pagamento da caução e a proposta de preço pelos imóveis pretendidos, de acordo com as regras do edital.

 O pagamento do valor do imóvel é feito à vista, com recursos próprios ou por meio de financiamento imobiliário do comprador.