Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Execução do PNAGE tem início

Execução do PNAGE tem início

publicado:  04/07/2006 09h00, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 4/7/2006 - O Ministério do Planejamento e o Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID) dão prosseguimento nesta terça-feira (04.07) a "Missão de Arranque" para a execução da primeira fase do Programa Nacional de Apoio à Modernização da Gestão e do Planejamento dos Estados Brasileiros e do Distrito Federal (PNAGE), orçado em US$ 155 milhões.

O PNAGE é um programa para promover a eficiência e a melhoria do gasto público, por meio da modernização da área de recursos humanos e da simplificação e informatização de procedimentos para a diminuição da burocracia e o aperfeiçoamento dos serviços oferecidos à sociedade.

O marco inicial do programa ocorreu na última segunda-feira já com 16 Estados da Federação com contratos de repasse do programa assinados deste maio último.

Nos próximos dias 5, 6 e 7, representantes de 26 governos estaduais presentes à Missão de Arranque em Brasília permanecerão participando de eventos de capacitação sobre Manual de Execução do Programa, Sistema de Gerenciamento de Projeto (SGP) e Modalidades de Aquisição com recursos do financiamento do BID.

Na abertura da missão, realizada no auditório do Ministério do Planejamento, o representante no Brasil do BID, Waldemar Wirsig, falou sobre a sua satisfação em participar da parceria com o Brasil para o aperfeiçoamento das administrações governamentais estaduais. "O PNAGE é uma esperança concreta diante do esforço que o Brasil vem empreendendo no sentido de zelar pela qualidade do gasto público", disse o Diretor do BID. Wirsig acrescentou que a Missão de Arranque é o evento impulsionador da implementação do Programa, para o qual desejou uma execução modelo com o compromisso de todos os envolvidos, a exemplo do que já ocorreu no período de formulação do programa.

O secretário de Gestão Adjunto do Ministério do Planejamento, Alexandre Kalil, elogiou os participantes do PNAGE pelo esforço e perseverança durante os três anos de estruturação do programa de cooperação federativa. Kalil destacou que essa mobilização gerou uma proposta devidamente alicerçada que dará respaldo à construção coletiva da gestão pública reivindicada pelo cidadão. "A ação do PNAGE dará subsídios importantes para formular uma nova gestão pública no país", disse ele.

No agradecimento pelas presenças na Missão de Arranque realizada pelo BID e Planejamento, a diretora Nacional do PNAGE, Sheila Ribeiro, disse que os Estados são a alma do Programa. "Além dos 16 convênios já firmados temos a expectativa de que os demais governos estaduais em breve sejam habilitados formalmente ao programa, tão logo termine o período eleitoral", frisou.

O Programa Nacional de Apoio à Modernização da Gestão e do Planejamento dos Estados Brasileiros e do Distrito Federal foi construído por meio de uma parceria entre o Ministério do Planejamento, o Conselho Nacional de Secretários de Administração (CONSAD), o Fórum Nacional de Secretários de Planejamento, a Caixa Econômica Federal e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).