Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dyogo Oliveira: Estado deve ser transparente na alocação de recursos

Notícias

Dyogo Oliveira: Estado deve ser transparente na alocação de recursos

Ministro participou da reunião do comitê de avaliação de políticas públicas
publicado:  13/04/2017 17h06, última modificação:  17/04/2017 10h06

“Os resultados das políticas que adotamos no governo do presidente Michel Temer começam a aparecer. A inflação caiu fortemente e os juros estão caindo rapidamente. Os níveis de atividade econômica se estabilizaram e começam a dar sinais positivos”, declarou o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), Dyogo Oliveira, na abertura da reunião do Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas Federais (Cmap), nesta quinta-feira (13).

Reunião CMAP

Foto: Gleice Mere/Ascom MP

“É fundamental que o Estado tenha transparência sobre a alocação dos recursos públicos. Todos os órgãos aqui têm trazido contribuições importantes e decisivas para que haja melhoria na efetividade e na aplicação dos recursos nos diversos programas do governo federal”, complementou o ministro.

 Na reunião, foram apresentados os resultados decorrentes de ação iniciada em setembro do ano passado para revisão de auxílios-doença mantidos há mais de dois anos sem perícia. Do total de 87,5 mil perícias já realizadas, 73,4 mil foram cessadas com realização da perícia (84%), 9,4 mil foram convertidos em aposentadoria por invalidez (11%), 3,6 mil foram encaminhadas para reabilitação profissional (4%) e 1,1 mil convertidos em auxílio-acidente (1%). Por não comparecimento, foram cessados 11,5 mil benefícios. A economia estimada com esta redução é de R$ 1,36 bilhão ao ano.

 A avaliação de outros programas governamentais nas áreas de educação e saúde também foram debatidos na reunião da Cmap.