Você está aqui: Página Inicial > Releases > Crescimento do mercado de capitais demonstra que investidor recuperou confiança na economia, afirma ministro Colnago

Notícias

Crescimento do mercado de capitais demonstra que investidor recuperou confiança na economia, afirma ministro Colnago

Volume de emissões alcançou no ano passado 3,2% do PIB, índice que não era atingido desde 2012
publicado:  11/06/2018 20h51, última modificação:  11/06/2018 20h53

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, afirmou, nesta segunda-feira (11), em seminário promovido pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que o mercado de capitais vem crescendo consideravelmente no Brasil e que pode ser um grande aliado para alavancar a economia.

No ano passado, o volume de emissões no mercado de capital brasileiro alcançou R$ 210 milhões, ou seja, 3,2% do PIB. A última vez que a captação ultrapassou 3%, foi em 2012, com uma taxa de 3,37%. Dos R$ 35 bilhões captados apenas em debêntures de infraestrutura de 2012 até abril de 2018, 40% foram nos últimos 16 meses.

De acordo com o ministro, o fortalecimento do mercado de capital é fator agregador no crescimento econômico e prova que o investidor recuperou a confiança na economia brasileira:

“Apresentamos hoje robusto superávit comercial, forte entrada de investimento direto estrangeiro, inflação consistentemente abaixo da meta e taxa de juros baixa”, disse Colnago durante o encontro realizado no auditório do Tribunal de Contas da União.

O ministro acrescentou que pelo lado fiscal houve crescente recomposição da receita e que a solvência de médio prazo das contas públicas está calcada na emenda do teto dos gastos e na certeza de que as reformas estruturais necessárias, para equilibrar as contas públicas, serão adotadas. "Temos um caminho muito auspicioso de crescimento do mercado. Podemos ter uma revolução se mantivermos isso", afirmou.

Colnago destacou também a forte atuação do governo para promover melhorias no ambiente de negócio, tornando-o mais propício ao empreendedorismo e voltado ao crescimento sustentável da economia.