Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Santanna participa de Fórum Ibero-americano sobre Governo Eletrônico

Santanna participa de Fórum Ibero-americano sobre Governo Eletrônico

publicado:  05/10/2006 09h00, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 5/10/2006 - O secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, é o representante  do governo brasileiro no Fórum Ibero - americano sobre estratégias políticas, sociais e institucionais para o desenvolvimento do Governo Eletrônico  , na Espanha . O evento ocorre nos dias 5 e 6 de outubro em Madrid,  promoção do Centro Latinoamericano de Administração para o Desenvolvimento (Clad) em conjunto com o Governo da Espanha e institutos espanhóis.  O Clad convidou o  Brasil    pela  experiências   com   governo eletrônico. Também participam do Fórum representantes da Argentina, Chile, Espanha e México.

Rogério   Santanna vai falar no   Fórum Ibero-americano , nesta quinta-feira, sobre as estratégias e diretrizes do Brasil para o desenvolvimento de políticas de Governo Eletrônico voltadas aos cidadãos. Entre elas, a implantação unificada de serviços por meios eletrônicos (e-serviços) no  G overno  F ederal, a definição e implantação de padrões de qualidade para e-Serviços e o desenvolvimento de estudos que permitam acompanhar a evolução do Governo Eletrônico no País.

Ele d estacará iniciativa s como os Padrões de Interoperabilidade de Interoperabilidade de Governo Eletrônico (e-PING), as pesquisas já desenvolvidas para avaliação e monitoramento dos serviços de  e- serviços no Brasil, as ações em curso na área de software livre e as iniciativas do Programa Brasileiro de Inclusão Digital. Também abordará iniciativas de sucesso no Brasil como a urna eletrônica, a declaração de Imposto de Renda por meios eletrônicos e o pregão eletrônico do Governo Federal que já a modalidade licitatória mais utilizada nas aquisições federais.

Segundo  Santanna, a política de governo eletrônico do Governo Federal Brasileiro tem como diretriz ez a p romoção da cidadania como prioridade ; a i ndissociabilidade entre inclusão digital e o governo eletrônico ; a u tilização do software livre como recurso estratégico; a gestão do conhecimento como instrumento estratégico de articulação e gestão das políticas pública s; a racionalização dos recursos;  a a adoção de políticas, normas e padrões comuns ; e a integração com outros níveis de governo e com os demais Poderes.

O evento tem como objetivo analisar processos e estratégias de promoção e implantação de governo eletrônico na Região Ibero-americana que possuem uma experiência significativa nesta área, formular recomendações conjuntas e propor estratégias políticas, sociais e institucionais que proprorcionem a promoção, o desenvolvimento e a consolidação do governo eletrônico na Região.