Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Barros de Castro no Planejamento e Studart no BID

Barros de Castro no Planejamento e Studart no BID

publicado:  12/08/2004 09h00, última modificação:  02/06/2015 18h58

 

 

 

 

Veja os currículos

Studart

Barros de Castro

 

 
   

Brasília, 12/08/2004 - O ministro do Planejamento, Guido Mantega, nomeou Antônio Barros de Castro como seu assessor especial o economista e professor da UFRJ, Antônio Barros de Castro, ex-presidente do BNDES no período de 1992/1993, na gestão do presidente Itamar Franco.

Barros de Castro é doutor em economia pela Universidade de Campinas. Tem vasta experiência acadêmica, tendo atuado como professor visitante em universidades do Chile, Inglaterra e Estados Unidos. Foi consultor do IBGE, Eletrobrás, Petrobras, BNDES, sempre na área do desenvolvimento de política industrial, sua especialidade.

Era professor titular de economia da UFRJ quando foi convidado pelo ministro Mantega para participar, como assessor especial do Ministério do Planejamento, do debate da política industrial e desenvolvimento do país.

STUDART NO BID

Rogério Studart foi indicado pelo ministro Guido Mantega que é o governador do Brasil no BID-Banco Interamericano de Desenvolvimento, para ser o novo diretor-geral do Brasil no banco, cargo que era ocupado pelo ex-ministro do Planejamento, Martus Tavares, indicado pelo governo Fernando Henrique Cardoso.

Studart é doutor em economia pela University College, Londres, e foi especialista financeiro do BID entre 2002 e 2004. Sua tese de doutorado "Investment finance in economic development" foi premiada em 1992 com o Prêmio Alfred Eichner como a melhor tese em teoria monetária da Universidade de Londres.