Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ariel Pares destaca planejamento territorial do PPA 2008-2011 no IV Encontro do SIPEC

Ariel Pares destaca planejamento territorial do PPA 2008-2011 no IV Encontro do SIPEC

publicado:  29/11/2006 06h00, última modificação:  02/06/2015 19h21

Brasília, 29/11/2006 - O secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Ariel Pares, participou no segundo dia (27.11) do IV Encontro Nacional de Dirigentes de Recursos Humanos do SIPEC de uma mesa de discussões sobre a Modernização da Gestão Pública. Na apresentação, Ariel destacou que o planejamento territorial e a nova proposta para a preparação do PPA 2008-2011.

Na maior parte de sua exposição, o secretário Ariel Pares enfatizou a implementação do planejamento territorial na confecção do PPA. Esse planejamento prevê o direcionamento dos investimentos sociais e econômicos do governo nas áreas mais necessitadas, reformular e investir no ensino superior para gerar a qualidade da formação de novos profissionais e valorizar a questão ambiental que hoje tem destaque em todo o mundo.

Segundo o secretário “É preciso se voltar para o território e perguntar quais são suas necessidades para a educação, o saneamento, a segurança pública e suas demais demandas. E a partir dessa posição identificar quais são as combinações dos recursos, buscando melhorar as políticas públicas nas áreas que têm maior deficiência em cada setor. Isso faz com que o PPA tenha maior eficiência”, explicou Ariel Pares.

Este mecanismo, segundo Ariel, é uma oportunidade de melhorar o desempenho do governo e introduzir novos instrumentos de gestão, ou seja, ter compromisso de gestão entre a União, a sociedade e o setor privado nas cidades, nos estados e nos municípios. Para ele, a participação da sociedade civil organizada é fundamental para que este processo tenha sucesso.

A mesa foi composta pelo secretário de Planejamento e Investimento Estratégicos, Ariel Pares, pelo assessor especial da Presidência da República, Ricardo Collar e pela secretária-adjunta da Secretaria de Recursos Humanos (SRH), Marilene Ferrari Lucas, que foi a mediadora.