Você está aqui: Página Inicial

O Indicador de Governança da SEST - IG-SEST é um instrumento inovador, desenvolvido pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais – SEST, que busca conformidade com as melhores práticas de mercado e maior nível de excelência para as empresas estatais federais de controle direto da União (dependentes e não dependentes).

O objetivo do Indicador é avaliar o cumprimento dos requisitos exigidos pela Lei nº 13.303/2016, regulamentada pelo Decreto nº 8.945/2016, e as diretrizes estabelecidas nas Resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União – CGPAR (Decreto nº 6.021/2007).

Os ciclos de acompanhamento serão trimestrais e o IG-SEST é apurado em três dimensões: I. Gestão, Controle e Auditoria; II. Transparência das Informações; e III. Conselhos, Comitês e Diretoria. Cada Dimensão é composta por Blocos que, por sua vez, contêm Itens de Avaliação.

Além disso, todos os grupamentos receberam “pesos” segundo o seu grau de relevância, acuidade e complexidade de execução, além de segmentação por setor de atuação e por porte das empresas. Assim, as empresas estatais são classificadas em quatro níveis de governança, conforme o índice obtido.

Apresentações:



Secretário das Empresas Estatais explica o Indicador de Governança

O secretário das Empresas Estatais, Fernando Ribeiro Soares, explica o Indicador de Governança – IG-Sest, instrumento de acompanhamento contínuo da governança das estatais

Banco da Amazônia S.A. - BASA
Banco do Brasil S.A. - BB
Banco do Nordeste do Brasil S.A. - BNB
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Caixa Econômica Federal – Caixa
Centrais Elétricas Brasileiras S.A. - Eletrobras
Empresa Gestora de Ativos - EMGEA
Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras

Casa da Moeda do Brasil - CMB
Companhia Docas do Pará – CDP
Empresa Brasil de Comunicação – EBC
Serviço Federal de Processamento de Dados – Serpro

Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias S.A.– ABGF
Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. – Amazul
Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo – CEAGESP
Companhia Docas do Ceará – CDC
Companhia Docas do Espírito Santo – CODESA
Companhia Docas do Estado de São Paulo – CODESP
Companhia Docas do Rio de Janeiro – CDRJ
Companhia Nacional de Abastecimento – Conab
Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Correios
Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa
Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social – Dataprev
Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. – TRENSURB
Empresa Gerencial de Projetos Navais - EMGEPRON
Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP
Grupo Hospitalar Conceição – GHC
Indústrias Nucleares do Brasil – S.A. – INB
Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A. – NUCLEP
Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. - Pré-Sal Petróleo S.A. – PPSA
Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. – Valec


Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. - CeasaMinas
Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada S.A. – CEITEC
Companhia Brasileira de Trens Urbanos – CBTU
Companhia das Docas do Estado da Bahia – CODEBA
Companhia de Armazéns e Silos do Estado de minas Gerais – CASEMG
Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais – CPRM
Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – Codevasf
Companhia Docas do Maranhão – CODOMAR
Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN
Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia – Hemobrás
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – Ebserh
Empresa de Pesquisa Energética – EPE
Empresa de Planejamento e Logística S.A. – EPL
Hospital de Clínicas de Porto Alegre – HCPA
Indústria de Material Bélico do Brasil – IMBEL
Telecomunicações Brasileiras S.A. – TELEBRÁS