Portal do Governo Brasileiro
perfil do ministério no google plus perfil do ministério no youtube perfil do ministério no twitter
Página Principal» Relações de Trabalho no Serviço Público» Com nova proposta, nenhum professor terá reajuste menor do que 25%
Relações de Trabalho no Serviço Público

Com nova proposta, nenhum professor terá reajuste menor do que 25%

 
Publicado: 24-7-2012
Última atualização: 26-7-2012

Brasília, 24/7/2012 – O governo federal apresentou hoje nova proposta aos professores das entidades federais, em reunião agora  à noite com os três sindicatos nacionais que representam a categoria – Andes-SN, Sinasefe e Proifes.

Pela proposta, são contemplados cerca de 140 mil professores com reajustes entre 25% e 40% em relação ao salário de março deste ano, quando houve o último reajuste, de 4%.

Como na anterior, a concessão dos valores nos contracheques ocorrerá em três parcelas – nos montantes de 40% em 2013, 30% em 2014 e 30% em 2015. No entanto, antecipa de julho para março de cada ano a vigência dos reajustes.

Para chegar a essa tentativa de acordo, o governo eleva de R$ 3,92 bilhões para R$ 4,2 bilhões o impacto orçamentário da proposta original que foi apresentada há duas semanas.

"O ajuste que se pretendeu fazer acata as sugestões, críticas e comentários ocorridos nesta mesa de negociação", afirmou na reunião o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça.

"Estimamos a inflação futura e asseguramos que nenhum professor de instituição federal terá reajuste menor do que 25%. Isso vale para todos: do Magistério Superior Federal e do Magistério do Ensino Básico Técnico e Tecnológico – EBTT,  dos ex-Territórios e dos colégios militares", explicou o secretário.

Conheça os valores das propostas apresentadas para o Magistério do Ensino Básico Técnico e Tecnológico – EBTT e para o Magistério Superior Federal  (atualizados em 26/07).

 

Topo