A PNGPU

publicado:  13/03/2015 15h37, última modificação:  15/06/2015 09h44

Nesta página você encontra informações sobre a formulação, implantação e avaliação da PNGPU, os desafios estratégicos, o modelo de gestão adotado pela SPU, bem como sobre a estruturação da secretaria, com a finalidade de implementar a Política.

A Gestão da Política

A formulação, implantação e avaliação da Política Nacional de Gestão do Patrimônio da União - PNGPU é uma das principais competências da SPU ao lado da incorporação, caracterização e destinação dos imóveis da União e da gestão das receitas oriundas do uso desses imóveis.

A Gestão Estratégica da SPU

A Secretaria do Patrimônio da União (SPU) conduz a Política Nacional de Gestão do Patrimônio da União (PNGPU) desde a constituição do Grupo de Trabalho Interministerial sobre Gestão do Patrimônio da União – GTI (Decreto Presidencial de 11/9/2003) onde foram estabelecidos os princípios e diretrizes da política de gestão do patrimônio imobiliário e fundiário da União.

Com base nesses princípios e diretrizes, e por meio do Planejamento Estratégico estruturado, construído nos Encontros Nacionais de Gestão (fórum participativo de que fazem parte o corpo diretivo central e os superintendentes regionais) e Encontros Regionais (fórum regionalizado de discussão de que fazem parte os superintendentes regionais e membros do órgão central) foram definidas a nova missão, visão e valores da Secretaria, assim como os desafios estratégicos e as ações que concretizarão as diretrizes estabelecidas.
 
Missão da SPU

Conhecer, zelar e garantir que cada imóvel da União cumpra sua função socioambiental, em harmonia com a função arrecadadora, em apoio aos programas estratégicos para a Nação.

Visão de futuro da SPU

Ser, até 2017, uma instituição com gestão plena e participativa de todos os imóveis da União, obediência aos aspectos legais e sentido social na destinação do patrimônio.

Valores da SPU

Compromisso político e social, Construção coletiva, Ousadia, Superação.