Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > União cede área para 362 famílias gaúchas

Notícias

União cede área para 362 famílias gaúchas

publicado:  12/01/2009 17h26, última modificação:  28/05/2015 13h09

Brasília, 12/01/2009 –  A Gerência Regional do Patrimônio da União no Rio Grande do Sul (GRPU/RS), cedeu ao município de Rio Grande duas áreas da União que totalizam 47 mil metros quadrados, para a construção de 362 casas populares destinadas a famílias que vivem em situação de carência na área portuária da cidade. Os recursos para a obra serão liberados   pelo governo federal, via Ministério das Cidades e Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 Para a gerente regional, Rose Carla Correia, o ato, além de  contribuir  efetivamente para a política nacional de moradia digna, vai liberar a área para a expansão do Porto de Rio Grande. Ela salientou ainda a sua satisfação em participar  de um projeto oficial com a preocupação maior de devolver a dignidade às famílias de baixa renda.

O Prefeito de Rio Grande, Fábio Branco, disse reconhecer na GRPU um órgão comprometido em ajudar a cidade a encontrar soluções para seus problemas urbanos. Asseverou, ainda, que “não adianta existirem leis possibilitando as ações, se não existirem pessoas interessadas em efetivá-las. Também estiveram presentes na cerimônia, a Procuradora da Fazenda Nacional, Jane Machado e os secretários municipais de  Planejamento e da Fazenda.

Segundo o representante da Confederação Nacional das associações de moradores, (Conam), Getúlio Vargas Júnior, a concessão de direito real de uso destas duas áreas significa a vitória da articulação dos movimentos sociais com as esferas de poder municipal e federal.