Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Um bosque pau-brasil para comemorar os 155 anos da SPU

Notícias

Um bosque pau-brasil para comemorar os 155 anos da SPU

publicado:  24/11/2009 15h06, última modificação:  28/05/2015 13h10

Brasília, 24/11/2009 - Para encerrar as comemorações do 155º aniversário da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), foi realizado na última sexta-feira, no Jardim Botânico de Brasília, o plantio do bosque Patrimônio da Todos. Em uma clareira em meio às árvores típicas do cerrado, foram plantadas 155 mudas de pau-brasil que, desta forma, trarão de volta o verde a uma área  até então desmatada.

Para a secretária do Patrimônio da União, Alexandra Reschke, “esta ação é nossa maneira de honrar o passado, com a recuperação do pau-brasil, dizimado já no primeiro século da nossa colonização, e é também uma celebração do futuro, com a preservação do meio ambiente e da biodiversidade.

Durante as solenidades, a secretária, a superintendente do Patrimônio da União no Distrito Federal, Lúcia Helena de Carvalho, e o diretor do Jardim Botânico, Jeanito Gentilini, assinaram o ato que simbolizou a doação da área Cristo Redentor, de propriedade da União, ao Jardim Botânico.

A doação teve sua importância ressaltada pelas palavras da secretária adjunta do Patrimônio da União, Louise Ritzel, para quem “a política nacional de gestão do patrimônio da União tem como diretriz principal o apoio às políticas socialmente includentes e ao desenvolvimento sustentável, promovendo ações que privilegiem a preservação da biodiversidade brasileira, a inclusão territorial e o desenvolvimento local.
Os parceiros  da SPU foram homenageados com uma placa comemorativa. Estiveram presentes, entre outros, o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Rocha Santos Padilha; o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, João Bernardo de Azevedo Bringel; a secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Social, Arlete Sampaio e o comandante do Exército Brasileiro, General-de-Exército Enzo Matins Peri.

Marco Terena, diretor do Memorial dos Povos Ínidgenas; Rônei Alves da Silva, da Cooperativa dos Catadores do DF, e Evaniza Rodrigues, do Movimento Nacional de Moradia Popular, também receberam a placa comemorativa como parceiros da SPU.