Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Planejamento autoriza venda de 241 imóveis

Notícias

Planejamento autoriza venda de 241 imóveis

Caixa irá publicar editais com avaliação de mercado
publicado:  27/09/2016 16h56, última modificação:  14/10/2016 16h32


A Secretaria do Patrimônio da União (SPU) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) publicou hoje (27) uma nova portaria que autoriza a alienação (venda) de 241 imóveis. Desses, 227 pertencem à União, sendo 89 apartamentos funcionais, localizados em Brasília-DF. A lista contém ainda 11 imóveis da Caixa de Construção de Casas para o Pessoal da Marinha (CCCPM) e três da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Foto: Gleice Mere/MP

Com o objetivo de reduzir despesas e racionalizar os gastos da União, a SPU, autorizada pela Lei nº 13.240/2015, iniciou em janeiro de 2016 o processo de alienação de imóveis da União que não têm vocação para o serviço público ou para a realização de políticas públicas.
 
Os recursos obtidos com a venda imóveis da União são destinados ao Programa de Administração Patrimonial Imobiliária da União (Proap) e utilizados na modernização da gestão dos imóveis da União e na reforma e construção de prédios públicos. Em relação aos imóveis que pertencem a autarquias e fundações, os recursos obtidos com a alienação serão destinados as ações de racionalização e adequação do patrimônio imobiliário da própria entidade.
 
O processo de alienação de imóveis da União e de autarquias e fundações públicas federais é realizado pelo MP em parceria com a Caixa Econômica Federal. Após a publicação da portaria autorizativa, cabe à Caixa a avaliação dos imóveis e a fixação de seu preço de mercado, que tem validade de um ano. A etapa seguinte é a publicação de editais de licitação, nas modalidades “concorrência” ou “leilão”, contendo o preço mínimo, bem como as regras e prazos da venda.
 
Qualquer interessado, pessoa física ou jurídica, pode fazer uma oferta, observadas as regras e os prazos do edital. A compra pode ser feita com recursos próprios ou mediante captação de financiamentos habitacionais em qualquer banco. Os imóveis que não receberem oferta durante o prazo da licitação poderão ser disponibilizados para venda direta, nas agências da Caixa, enquanto durar o prazo da avaliação do imóvel.
 
Clique aqui para acessar as portarias autorizativas e para saber mais sobre o processo de alienação de imóveis da união. Os editais em andamento, bem como os resultados dos certames podem ser acompanhados pelo site da Caixa, em www.caixa.gov.br/imoveisdauniao.