Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Olinda, patrimônio histórico e cultural da humanidade, entra no Projeto Orla

Notícias

Olinda, patrimônio histórico e cultural da humanidade, entra no Projeto Orla

publicado:  30/10/2009 16h17, última modificação:  28/05/2015 13h10

Recife, 30/10/09 – Aconteceu no último dia 22 deste mês o workshop de mobilização do Projeto Orla-Olinda com o objetivo de apresentar sua importância na gestão da zona costeira do município.

A abertura do evento foi realizada pela secretária de Planejamento e Gestão Estratégia da Prefeitura de Olinda, Sônia Coutinho Calheiros, que falou da importância de integração entre os órgãos.
Em seguida foi dada a palavra ao secretário executivo da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectma), Élvio Polito, que expôs as vantagens de ter o projeto orla no município.
A Coordenadora do Projeto Orla pela Superintendência do Patrimônio da União no Estado do Pernambuco (SPU/PE), Fabíola Nardoto, apresentou as novas diretrizes de gestão da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e a importância do projeto como instrumento na execução dessas diretrizes.
 
Em seguida, a Coordenadora do Projeto Orla pela Sectma, Andrea Olinto, apresentou o conceito, objetivo, metodologia e ações realizadas do Projeto Orla em Pernambuco.
Após as apresentações os secretários foram unânimes na adesão ao Projeto Orla, ficando a cargo da Secretaria de Planejamento os trâmites técnicos para dar andamento a sua execução.
O evento contou com a participação de praticamente todos os secretários municipais e algumas instituições interessadas no tema.
Os próximos passos serão a assinatura da ficha de adesão ao projeto e a nomeação de uma equipe técnica no município para trabalhar na preparação das oficinas, juntamente com a coordenação estadual.
Localizada a sete km da capital pernambucana e com uma população de mais de 390 mil habitantes, Olinda está inserida na Região Metropolitana do Recife. Em 1982, foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco, segunda cidade brasileira a conquistar este feito. Já em 2005, Olinda foi eleita a primeira Capital Brasileira da Cultura.