Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Lula entrega terreno à Orquestra Criança Cidadã, no Recife

Notícias

Lula entrega terreno à Orquestra Criança Cidadã, no Recife

publicado:  30/12/2010 14h58, última modificação:  28/05/2015 13h10

Brasília, 30/12/2010 – Durante o ato de solenidade de agradecimento do Estado de Pernambuco ao presidente Lula, realizado na noite de terça-feira, na praça Marco Zero da cidade de Recife, foi feita a cessão de uso gratuito, por parte da Secretaria do Patrimônio da União, de terreno de cerca de 14 mil metros quadrados, no bairro de Cabanga. A área, que pertencia à Marinha do Brasil, servirá para a construção da Sala de Concertos Presidente Lula e da sede da Associação Criança Cidadã, onde serão realizados ensaios e servidas refeições.


Foto Ricardo Fernandes DP/D.A.Press/Divulgação.

A secretária do Patrimônio da União, Alexandra Reschke, e o superintendente do Patrimônio da União no estado de Pernambuco, Paulo Ferrari, estiveram presentes à solenidade, ocasião em que o presidente Lula entregou o documento de cessão ao violinista Daniel, de 10 anos de idade, integrante da Orquestra Criança Cidadã do bairro do Coque, região recifense habitada por famílias de baixa renda.

Para Alexandra Reschke, a união dos órgãos públicos e de entidades como as Forças Armadas é essencial para que seja dada continuidade ao trabalho da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), que tem como missão, entre outras, a garantia de que os imóveis públicos nacionais cumpram a sua função sócio-ambiental. Neste caso, a Marinha do Brasil abriu mão de uma área para que a SPU pudesse promover a cessão para a Orquestra.  

Segundo a secretária, “foi uma grande alegria promover a destinação desta área a um projeto de alta relevância social, e que desde seu começo foi um dos sonhos do presidente Lula.

A festa em Recife foi acompanhada por uma multidão de aproximadamente 10 mil pessoas que puderam assistir aos poetas e repentistas que subiram ao palco. Além disso, houve a participação de cantores como Alceu Valença, Geraldo Azevedo, e dos forrozeiros Santana e Maciel Melo, além de outros nomes consagrados.