Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > GRPU/PR retira estabelecimentos irregulares em Guaratuba

Notícias

GRPU/PR retira estabelecimentos irregulares em Guaratuba

publicado:  24/09/2007 06h00, última modificação:  28/05/2015 13h09

Brasília 24/9/2007 – A Gerência Regional do Patrimônio da União no Estado do Paraná  (GRPU/PR) realizou na quinta-feira, 20 de setembro, operação para retirar quiosques, palhoças, decks e cercas irregularmente instalados na orla litorânea do município de Guaratuba, a 120 km de Curitiba. A irregularidade existe desde 2004, ano em que a prefeitura de Guaratuba liberou alvarás para construção de 96 estabelecimentos comerciais ao longo dos 20 km de praia, área de propriedade da União. 

Segundo Luciano Sabatke Diz, responsável pelas operações da GRPU/PR, disse que  quatro servidores da gerência, 15 agentes da Polícia Federal, contaram com a participação de profissionais e de equipamentos da prefeitura, como tratores e caminhões, para a derrubada as obras irregulares. 

De acordo com a GRPU/PR, os comerciantes já haviam sido notificados sobre a situação irregular e aconselhados a retirarem espontaneamente as obras em que mantinham atividades comerciais. Porém, a Gerência regional teve que retirar os 20 estabelecimentos ainda não desocupados.

 

 

 

 

 “A operação foi um sucesso e não teve nenhum imprevisto”, afirma Luciano Sabatke. A população local, de acordo com Luciano, elogiou a atitude da GRPU/PR, já que reclamações sobre as condições sanitárias dos estabelecimentos irregulares haviam sido feitas anteriormente. 

Felipe Jamur, diretor de comunicação social da prefeitura de Guaratuba, disse que a administração local considerou mais vantajoso ao município que fossem derrubadas as instalações ao longo da orla. Segundo ele, existe um novo projeto para regularização da atividade econômica na praia de Guaratuba. “O debate sobre o novo projeto e a  recolocação da atividade econômica é importante para que o problema seja solucionado. É preciso participação de todos”, declarou Felipe.