Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Comunidade do Gama beneficiada com ação da SPU

Notícias

Comunidade do Gama beneficiada com ação da SPU

publicado:  05/08/2004 06h00, última modificação:  28/05/2015 13h09

Brasília, 5/8/2004 - O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, através da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), concedeu esta tarde à Associação de Apoio à Família ao Grupo e a Comunidade (AFAGO), entidade assistencial da região administrativa do Gama, no Distrito Federal, o direito de utilizar área contendo quatro prédios, onde funcionava a extinta Legião Brasileira de Assistência (LBA).

A certidão de cessão do terreno foi entregue à comunidade pela secretária do Patrimônio da União, Alexandra Reschke, durante solenidade no local, na presença de autoridades do Distrito Federal e com a participação das cerca de 200 crianças e jovens atendidos pela AFAGO.

Era um local abandonado pelo poder público que envergonhava os moradores. A frase, repetida pelas lideranças da comunidade presentes à assinatura do contrato de cessão de uso, foi reiterada pela secretária do Patrimônio da União, que traduziu a iniciativa do governo como grandiosa, porque dará uso real e necessário ao local.

Segundo a secretária, a iniciativa da SPU com o respaldo da determinação do Presidente Lula, possibilitará a construção do país que todos sonham, com forte participação popular e empenho por justiça social. E, nesse sentido, destacou como fundamental o comprometimento de lideranças da sociedade.

Graças à cessão do terreno a instituição fundada em 1994 poderá ampliar o seu atendimento a crianças e jovens em situação de risco social. Cerca de 600 menores já passaram pela instituição. A AFAGO é composta por uma equipe técnica que inclui assistente social, pedagogo, psicólogos, professores, monitores, secretária, cozinheira e arrumadeira.

Um dos prédios do imóvel cedido pelo Ministério do Planejamento sofrerá, de imediato, reformas patrocinadas pela Fundação Banco do Brasil. Na nova dependência deverá ser instalada ainda este ano uma estação digital, dentro do Programa de Inclusão Digital para comunidades carentes desenvolvido pela Fundação.