Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Patrimônio da União > Notícias > Centro de triagem de material reciclável beneficiará quatro mil pessoas no DF

Notícias

Centro de triagem de material reciclável beneficiará quatro mil pessoas no DF

publicado:  29/12/2010 14h03, última modificação:  28/05/2015 13h10

Brasília, 29/12/2010 – Durante as comemorações do Natal dos Catadores e Moradores de Rua, realizadas em São Paulo no dia 23 de dezembro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregou ao presidente da Central de Cooperativas de Catadores de Material Reciclável (Centcoop), Rônei Alves da Silva, uma área de 160 mil metros quadrados no Distrito Federal.

Esta área está distribuída em quatro locais estratégicos do DF e será usada para a construção dos centros de triagem da Centcoop, o que beneficiará quatro mil pessoas, todas elas associadas à Central.

Os terrenos estão situados no Lago Oeste (2 hectares), na Fazenda Sálvia (2 hectares), na região entre a Estrutural e o pátio ferroviário (6 hectares) e em Sucupira, no Riacho Fundo (4 hectares).

“É a carta de alforria para quatro mil pessoas, celebrou Rônei Alves da Silva que, em São Paulo, já havia entregado, à secretária do Patrimônio da União, Alexandra Reschke,  o selo “Amigo do Catador, como forma de homenagem aos cidadãos que reconhecidamente tenham apoiado a causa dos catadores de materiais recicláveis.

Segundo Alexandra Reschke, “a cessão destes terrenos é a renovação da energia para que sigamos em frente com o nosso trabalho.

De acordo com Lúcia Carvalho, superintendente do Patrimônio da União no DF, “a tarefa da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) termina com a entrega dos terrenos, mas o nosso sonho é ver os galpões prontos em um ano.

Já há recursos previstos no PAC-2 para a construção dos centros de triagem e a verba a ser usada virá também de outros órgãos, como a Fundação Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e o BNDES, entre outros.