Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Tecnologia da Informação é fundamental para prestar serviços ao cidadão, diz especialista

Notícias

Tecnologia da Informação é fundamental para prestar serviços ao cidadão, diz especialista

publicado:  16/04/2015 18h20, última modificação:  16/04/2015 18h20

 

Brasília, 27/10/2011 – Caso a tecnologia não seja bem gerenciada nos órgãos públicos, ela pode paralisar a prestação de serviços à sociedade.  A afirmação é do diretor da Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas da União, Renato Braga, feita durante o debate sobre o impacto das Tecnologias de Informação (TI) na gestão pública, nesta quinta-feira, 27, durante o Encontro Nacional de Tecnologia da Informação.

Na opinião do diretor, os órgãos públicos devem investir em sistemas de informática que melhorem o atendimento a sociedade. “A governança de TI deve fazer com o que o serviço público atenda melhor o cidadão, disse. 


Foto: Luciano Ribeiro/Divulgação
 
 

O diretor citou como exemplo de boas práticas na área de governança de TI o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação. Por meio desse sistema, os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem escolher até duas opções entre as vagas ofertadas, em todo o Brasil, pelas instituições públicas de educação superior que participam do Sisu.

Além do Sisu, Braga também cita o sistema de eleições brasileiro e o sistema de arrecadação da Receita Federal como boas práticas de atendimento ao povo brasileiro.

CAPACITAÇÃO

O secretário-adjunto da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI), Jorge de Souza Alves, enfatiza que a modernização da administração pública requer o uso da tecnologia vinculada a formação dos agentes públicos. “Para que nós tenhamos uma gestão pública moderna, precisamos investir na tecnologia. Para isso, também é pensar nas pessoas, na capacitação delas, disse.


Foto: Luciano Ribeiro/Divulgação
 

 

A mesma opinião tem o professor Rildo dos Santos, da Universidade de Brasília. De acordo com Santos, a formação continuada e a reciclagem de gestores de tecnologia da informação (TI) são fundamentais para melhorar a governança na área. Santos cita como exemplo a formação para a elaboração de um planejamento estratégico. “A gente precisa inserir os conhecimentos necessários para que o gestor da área pública faça efetivamente o plano de seu órgão, explica.  
 

O Encontro Nacional de Tecnologia da Informação é uma parceria do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) com o Ministério das Cidades e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República. O evento conta com apoio do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, Telebrás, Cobra Tecnologia, Previdência Social, Serpro, Petrobrás, Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério das Comunicações.