Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Software Público ganha a adesão dos Institutos Federais de Educação

Notícias

Software Público ganha a adesão dos Institutos Federais de Educação

publicado:  16/04/2015 15h19, última modificação:  16/04/2015 15h19

Brasília, 7/8/2009 - A Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento e o Instituto Federal Fluminense assinaram acordo de cooperação técnica para disponibilizar à sociedade softwares e soluções livres desenvolvidas por universidades, institutos e centros de pesquisa brasileiros. A iniciativa será viabilizada por meio do Portal do Software Público Brasileiro (www.softwarepublico.gov.br) com a criação do grupo de interesse 4AcadBr.

Esse grupo pretende compartilhar no portal as boas idéias desenvolvidas nas instituições de ensino e pesquisa do Brasil. O 4AcadBr visa estimular a aproximação entre o segmento acadêmico e as comunidades de desenvolvimento do software público. A intenção é promover mecanismos que incentivem a criação e a manutenção de comunidades de desenvolvimento em torno dos saberes produzidos no ambiente acadêmico.

O acordo de cooperação foi assinado pelo titular da SLTI, Rogério Santanna, e pela reitora Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense de Campos, Cibele Daher Botelho Monteiro, no dia 6 de agosto, no Ministério da Educação.

Na ocasião, Santanna destacou que o governo federal prioriza o desenvolvimento de aplicações livres e ressaltou o papel do Portal do Software Público e a importância do envolvimento da academia brasileira nesse processo. “O conhecimento produzido nas universidades, institutos e centros de pesquisa tem muito a contribuir com o software público no país, afirmou.

Software Público

O Portal do Software Público inaugurou um modelo de licenciamento e de gestão das soluções desenvolvidas na Administração Pública ao compartilhar softwares que podem ser úteis aos mais diferentes órgãos públicos e também à sociedade.

Estão disponíveis 29 soluções desenvolvidas por órgãos do governo federal, legislativo, universidades, empresas, além de municípios. Os seus códigos-fonte estão acessíveis a todos os interessados, mediante cadastramento. Cerca de 48 mil pessoas participam das comunidades de prática do portal que podem sugerir contribuições e melhorias às soluções disponibilizadas.

O objetivo é reduzir custos, aprimorar os aplicativos disponibilizados e, conseqüentemente, o atendimento à população. Para disponibilizar soluções do setor público no portal é preciso entrar em contato por meio do endereço eletrônico guialivre@planejamento.gov.br. O Portal do Software Público é coordenado pela SLTI.

4CMBR

O 4CMBR – Comunidade, Conhecimento, Colaboração e Compartilhamento - foi o primeiro grupo de interesse do Portal do Software Público e é voltado aos municípios brasileiros. No local estão disponíveis soluções livres voltadas à melhoria da gestão municipal e do atendimento à população.