Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > SLTI disponibiliza especificação para aquisição de switches

Notícias

SLTI disponibiliza especificação para aquisição de switches

publicado:  16/04/2015 15h19, última modificação:  16/04/2015 15h19

Brasília, 22/7/2008 - Já está disponível no endereço https://www.comprasnet.gov.br/PortalCompras/portais/tic/livre/download_espec_switch.asp a especificação de switches para facilitar o processo de contratação desses equipamentos no âmbito do Governo Federal. O switch é um dispositivo utilizado em redes de computadores que seleciona um caminho ou circuito para enviar dados entre diferentes destinos.

Os modelos especificados pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento são os mais utilizados pelos órgãos federais. São eles: switch central de pequeno e de médio porte e switch de borda de 24 ou 48 portas.

O switch central de pequeno porte é destinado à conexão de servidores para redes de pequeno porte, não críticas, limitadas a 24 conexões entre pontos de concentração entre servidores e roteador. O de médio porte é voltado a redes com necessidade de número de conexões superior ao switch central pequeno. Já o Switch de Borda de 24 ou 48 portas é um equipamento que concentra as conexões do cabeamento secundário oriundas dos pontos de telecomunicações.

Essas especificações foram consolidadas após consulta pública na internet e audiência pública que reuniu em dezembro passado, em Brasília, fabricantes desses equipamentos, servidores que atuam na área de Tecnologia da Informação (TIC) dos Ministérios, entre outros participantes.

Além de switches, a SLTI já publicou a especificação de computadores de mesa e de notebooks, também disponíveis no portal de TIC do Governo Federal, acessível através do Portal de Compras Eletrônicas do Governo Federal: www.comprasnet.gov.br.

No local, além das especificações padrão de equipamentos de informática, estão disponíveis consultas sobre processos de contratação de bens e serviços de TIC e melhores práticas, bem como orientações e acórdãos do Tribunal de Contas da União (TCU).

O objetivo desse trabalho é facilitar o processo de aquisição de equipamentos de informática pelos órgãos públicos federais, melhorar a qualidade dos equipamentos adquiridos e racionalizar o uso dos recursos públicos. Também busca obter ganhos de escala e evitar falhas nos editais. Em um primeiro momento, essas especificações são utilizadas como referência pelo Governo, sem obrigatoriedade.