Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Sistema brasileiro de compras governamentais desperta interesse internacional

Notícias

Sistema brasileiro de compras governamentais desperta interesse internacional

publicado:  16/04/2015 15h19, última modificação:  16/04/2015 15h19

Brasília, 24/02/2003 – A experiência de sucesso do sistema informatizado de compras governamentais e contratação de serviços gerais - Siasg/Comprasnet está atraindo a atenção de vários países da América do Sul e de organismos de cooperação internacionais.

A Bolívia já está começando a implantar um modelo adaptado do sistema brasileiro e representantes da Argentina e da Colômbia participarão de visita técnica promovida pela OEA, para conhecer as experiências de compras e contratações públicas eletrônicas realizadas no Brasil.

"A implantação do sistema boliviano servirá de base para que o Ministério do Planejamento possa desenvolver outros projetos, a partir do interesse demonstrado por cerca de 17 países em nosso modelo de pregão e cotação eletrônica", ressaltou o Secretário de Logística e Tecnologia da Informação, Rogério Santanna.

Rogério acrescenta que "desta forma, o Ministério do Planejamento contribui para o fortalecimento concreto das relações de integração da América do Sul (MERCOSUL), conforme diretriz do Presidente Lula".

Bolívia pretende adaptar catálogo Brasileiro de Bens e Serviços

O Projeto Contratações Estatais, iniciado por meio de acordo assinado em 28 de abril pelos governos do Brasil e da Bolívia. tem o objetivo de implantar o modelo do SIASG/COMPRASNET do Governo brasileiro para o Governo da Bolívia.

Com a implantação, assim como já acontece no Brasil, o governo boliviano contará com um sistema informatizado de compras públicas para divulgar e realizar licitações do governo daquele País.
O ambiente do Comprasnet brasileiro, além de promover grande transparência sobre as aquisições das repartições públicas, é capaz de realizar pregões eletrônicos, com economias médias de 25%. Este é o primeiro projeto de cooperação técnica para implantação de tecnologias para gestão governamental feito pelo Governo brasileiro.

Além da implantação do sistema, o governo da Bolívia pretende, ainda, fazer uma adaptação do Catálogo de Bens e Serviços ao padrão do governo federal brasileiro, e implantar o Pregão (Subasta Invertida, em espanhol) Presencial e Eletrônico nas compras públicas bolivianas. Além da modelagem dos sistemas bolivianos, o projeto prevê a capacitação de técnicos daquele país no Brasil e localmente.

Visita Técnica

A Agência Interamericana de Cooperação para Desenvolvimento da Organização dos Estados Americanos (IACD/OEA) já solicitou ao Ministério do Planejamento a organização de uma visita técnica para conhecer as experiências de compras e contratações públicas eletrônicas brasileiras.

A programação da visita técnica deverá contemplar a experiência brasileira com uso intensivo de Tecnologia da Informação (TI) nas compras governamentais, além das atividades voltadas para o aperfeiçoamento da legislação de compras realizadas, assim como foi feito com Peru, Bolívia, Chile, Argentina, Paraguai, Guatemala e Nicarágua nos dois últimos anos.

As novas experiências de TI na área de compras desenvolvidas nos Estados brasileiros também serão apresentadas. Além dos argentinos, representantes do Governo Federal Colombiano já manifestaram interesse em participar da visita. Associado a isso, o Banco Mundial propôs realizar uma vídeo-conferência com todos os países das Américas sobre compras governamentais no início de junho. O tema será definido pela SLTI/MP.