Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Secretário do Planejamento apresenta iniciativas de inclusão digital brasileiras para a União Européia

Notícias

Secretário do Planejamento apresenta iniciativas de inclusão digital brasileiras para a União Européia

publicado:  16/04/2015 15h19, última modificação:  16/04/2015 15h19

Brasília, 15/10/2008 – As políticas brasileiras para aumentar a inclusão digital serão apresentadas pelo secretário de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, durante o Seminário EUBrasil sobre o Diálogo União Européia-Brasil de Sociedade da Informação e Mídia. O evento será realizado em Bruxelas, na Bélgica, no período de 14 a 18 de outubro.

Santanna vai destacar algumas iniciativas do Brasil na área de inclusão digital como o  Projeto Computadores para Inclusão, coordenado pelo Ministério do Planejamento, que já doou 6.327 equipamentos recuperados a 502 projetos em todo país.

A iniciativa possui atualmente quatro Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs) em funcionamento nas cidades de Porto Alegre, Brasília, Guarulhos e Belo Horizonte nos quais 684 jovens já foram formados e 309 estão em formação.

Outra ação é o Observatório Nacional de Inclusão Digital (Onid) que tem por objetivo sistematizar e tornar disponíveis informações sobre a inclusão digital no Brasil. Entre essas informações estão dados de localização e contato de 5.098 telecentros disponíveis em
http://www.onid.org.br/, além de dados completos de 2.720 telecentros no país.

O Projeto Computador para e Todos e o programa Gesac, do Ministério das Comunicações, também serão apresentados pelo secretário na ocasião. O primeiro disponibiliza linhas de financiamento com juros reduzidos para a aquisição de máquinas com configuração aprovada pelo Governo e, o segundo, oferece promove o acesso à internet por meio de antenas disponibilizadas em todo o país.

Segundo Santanna um dos grandes desafios da inclusão digital e do Governo Eletrônico Brasileiro é levar a  banda larga a 100% das escolas de ensino médio e fundamental até 2010, atingindo 37,2 milhões de alunos, meta prevista pelo Programa Banda Larga nas Escolas, além  da melhoria na qualidade dos serviços eletrônicos disponibilizados ao cidadão.

O secretário de Logística e Tecnologia da Informação também vai apresentar o desempenho das compras eletrônicas no Governo Federal Brasileiro. Ele disse que o Brasil é referência nessa área. “Somos hoje o maior comprador latino-americano utilizando métodos de comércio eletrônico e esse desempenho tem chamado a atenção de países europeus como a França que tem interesse em conhecer o nosso sistema, destacou. Santanna lembrou que o pregão eletrônico representou mais de 70% dos bens e serviços adquiridos pelo Governo Federal no primeiro semestre deste ano. Foram R$ 5,2 bilhões contratados por essa modalidade no período com uma economia de R$ 1,7 bilhão.