Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Portal do Software Público tem Solução para gestão de rede

Notícias

Portal do Software Público tem Solução para gestão de rede

publicado:  16/04/2015 15h19, última modificação:  16/04/2015 15h19

Brasília, 14/11/2007 - O Controle Centralizado de Ambiente de Rede (Cocar) é a mais nova solução disponibilizada nesta quarta-feira, dia 14 de novembro, no Portal do Software Público Brasileiro (www.softwarepublico.gov.br). Desenvolvido pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), o Cocar é uma ferramenta para gestão e controle de circuitos de rede.

Segundo o gerente de Inovações Tecnológicas da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Corinto Meffe, a ferramenta informa se há sobrecarga na rede, o que permite evitar problemas e garantir a sua performance. Ele disse ainda que o Cocar pode informar detalhes como o nome do órgão, estado e número de Protocolo de IP da máquina que está causando a sobrecarga.

Para o coordenador geral de Software Livre da Dataprev, Márcio Sena, essa iniciativa vai contribuir para acelerar o processo de implantação, evolução, suporte e serviços de produtos com código livre “Será uma honra para Dataprev disponibilizar mais uma solução estável e com grande escala de aplicabilidade para o setor público e para empresas que necessitam gerenciar suas redes”, afirmou o coordenador.

A disponibilização do Cocar no Portal do Software Público foi anunciada ontem na abertura da IV Conferência Latino-Americana de Software Livre - Latinoware - (http://www.latinoware.org) que ocorre em Foz do Iguaçu até o dia 14 de novembro. Essa é a segunda solução liberada no Portal do Software Público pela Dataprev. A primeira foi o Sistema de Inventário Cacic.

O Cacic é capaz de fornecer um diagnóstico preciso do parque computacional e disponibilizar informações como o número de equipamentos e sua distribuição nos mais diversos órgãos, os tipos de softwares utilizados e licenciados, configurações de hardware, entre outras.

Também pode fornecer informações patrimoniais e a localização física dos equipamentos, ampliando o controle do parque computacional e a segurança na rede. A ferramenta conta atualmente com uma comunidade com mais de 6,3  mil membros.