Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Portal do Software Público Brasileiro é lançado no 8º Fórum Internacional de Software Livre

Notícias

Portal do Software Público Brasileiro é lançado no 8º Fórum Internacional de Software Livre

publicado:  16/04/2015 18h19, última modificação:  16/04/2015 18h19

Brasília, 12/4/2007 -O Governo Federal lançou na tarde desta quinta-feira, na abertura do 8º Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre, o Portal de Software Público Brasileiro ( www.softwarepublico.gov.br ).
A iniciativa compartilha soluções desenvolvidas nos governos federal, estadual e municipal e também em universidades que podem ser úteis aos mais diferentes órgãos públicos e também à sociedade. Uma das vantagens previstas é o aumento da eficiência e a redução de custos com a produção de soluções já existentes no mercado.

Qualquer pessoa poderá ter acesso ao código-fonte dos softwares disponibilizados, mediante cadastramento no portal. A iniciativa é um trabalho conjunto da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento e a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep).

A idéia é de que a Administração Pública no Brasil disponha de um ambiente onde possa compartilhar os seus desenvolvimentos, evitando sobreposição de custos possibilitando compartilhar e melhorar soluções já testadas, consagradas e que estarão à disposição dos governos, da comunidade de software livre, empresas, pessoas físicas e a sociedade em geral”, destacou o secretário de Logística e Tecnologia da Informação, Rogério Santanna.

O secretário lembrou que o conceito de compartilhamento é central no software livre e está por trás de uma das invenções que considera entre as mais significativas da atualidade. “A internet é uma aplicação muito radical nesse conceito de compartilhamento do conhecimento e uma das soluções de cooperação mais bem sucedidas atualmente”, comparou.

O gerente de Inovações Tecnológicas da SLTI, Corinto Meffe, que representou o secretário Rogério Santanna na abertura do evento, salientou que a iniciativa atende a uma demanda da sociedade para o compartilhamento de soluções.

Para o presidente da Companhia de Informática do Paraná, Marcos Mazoni, o portal vai otimizar a capacidade de produção de soluções no setor público.

Já estão disponibilizados no portal os seguintes softwares públicos: o Coletor Automático de Configurações Computacionais (Cacic) - desenvolvido pela Dataprev -; o Sisau-Saci-Contra – Ministério do Desenvolvimento Agrário-.

Durante a abertura do Fórum Internacional de Software Livre, foi assinada com a SLTI a disponibização de outros dois softwares: o Controle Centralizado de Administração de Rede (Cocar) – disponibilizado pela Dataprev; e o Sistema de Gestão de Demandas (SGD) – disponibilizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Mais informações sobre as soluções estão disponíveis em www.softwarepublico.gov.br .

As entidades que têm interesse em disponibilizar soluções no portal devem entrar em contato através do e-mail guialivre@planejamento.gov.br. Posteriormente, empresas privadas também poderão disponibilizar suas soluções no portal.

As soluções encaminhadas serão analisadas pela SLTI, responsável pelo gerenciamento do portal, já que terão de atender a alguns requisitos que as caracterizem como públicas.

As soluções terão de atender às seguintes exigências:

O produto - tratar o software como um produto acabado chegando para sociedade com documentação completa de instalação e preparado para funcionar, como qualquer software de prateleira.

Os serviços associados - organização de um conjunto de serviços básicos, tais como: página na internet, fórum e lista de discussão para desenvolvimento, suporte e projetos, ferramenta de controle de versão e a documentação existente do sistema.

A prestação de serviços - formulação de um procedimento simplificado na relação do governo com o cidadão que acessa o serviço, onde o cidadão conheça as informações da comunidade, como pode resolver as questões relacionadas ao software e os responsáveis por cada serviço, com a disponibilização, por parte do governo, de uma equipe de atendimento para comunidade.

A gestão da colaboração - incentivo à colaboração entre os diversos usuários e desenvolvedores da ferramenta, sejam eles pessoa física ou jurídica, de qualquer setor da economia. A necessidade de estruturar instrumentos de gestão e controle mais rigorosos, como a periodicidade de lançamento de novas versões. E a formatação de parâmetros de controle de qualidade no desenvolvimento da ferramenta.

O Fórum

O 8º Fórum Internacional de Software Livre acontece em Porto Alegre de 12 a 14 de abril. Participam do evento cerca de seis mil visitantes de mais de 20 países, entre acadêmicos, especialistas no assunto e público em geral em cerca de 200 palestras. O fórum é uma promoção do Projeto Software Brasil, Associação Software Livre.Org, e o Projeto Software Livre do Rio Grande do Sul.