Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Planejamento realiza workshop sobre Web Semântica

Notícias

Planejamento realiza workshop sobre Web Semântica

publicado:  16/04/2015 15h20, última modificação:  16/04/2015 15h20

Brasília, 13/7/2011 - Servidores, gestores e coordenadores da área de Tecnologia da Informação dos órgãos públicos federais participam nesta quarta-feira, na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), do 1 Workshop de Introdução à Engenharia de Ontologias e Web Semântica.

Atualmente, as iniciativas de governo eletrônico estão diante de um novo desafio: integrar e cruzar todas as informações por elas disponibilizadas na internet com outros conjuntos de dados de forma automática e simples. Em âmbito internacional, a maneira mais utilizada para atender essa necessidade é a interoperabilidade semântica, que usa a agregação de metadados aos dados compartilhados entre sistemas.

Para a implementação da interoperabilidade semântica, é necessário que se modelem as áreas de conhecimento dos dados que serão compartilhados. Essa modelagem, atualmente, é feita por meio do uso de ontologia - campo da informática que trata de conceitualizar de forma explícita e formal conceitos e restrições relacionados a certo domínio de interesses.

O objetivo do evento é apresentar conceitos e um breve histórico sobre ontologia, discutir o tema dentro das ciências da computação e informação; expor os benefícios e casos de sucesso do uso de ontologias; proporcionar que os gestores dos órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Informação e Informática (Sisp) troquem entre si informações e experiências, de modo a nivelar as opiniões sobre o uso de ontologias no atual cenário brasileiro de interoperabilidade.

O workshop é uma realização do Ministério do Planejamento, por meio da Secretaria de Logísitica e tecnologia da Informação (SLTI), em conjunto com o W3C Brasil e com o apoio da Enap.

Também participam do evento, servidores e autoridades do Sisp, lideranças e técnicos do W3C Escritório Brasil, além de cidadãos interessados no tema.