Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Participação de Micro e Pequenas empresas cresce 50% em 2013

Notícias

Participação de Micro e Pequenas empresas cresce 50% em 2013

publicado:  16/04/2015 15h20, última modificação:  16/04/2015 15h20

Produtos alimentícios e pequenas obras foram os bens e serviços mais fornecidos pelo setor

Brasília, 18/9/2013 – As Micro e Pequenas Empresas (MPE) apresentaram um crescimento de 50% em sua participação nas compras públicas na comparação entre os seis primeiros meses dos dois últimos anos. O fornecimento de produtos alimentícios e de serviços de manutenção e reforma de prédios são alguns exemplos de como esses empresários participam das compras públicas realizadas pelo Governo Federal. Os dados foram extraídos pelo Ministério do Planejamento (MP) do Sistema de Compras do Governo Federal (Comprasnet).

Nos seis primeiros meses de 2013, o setor teve uma participação de 26% nestas aquisições, o que representa um valor de R$ 6,6 bilhões. No total, as compras públicas ficaram em aproximadamente R$ 25,5 bilhões. Na opinião da secretária de logística e tecnologia da informação, Loreni Foresti, a tendência é de crescimento. “Tendo em vista que o maior volume de compras acontece no segundo semestre, o resultado é positivo e sinaliza para a possibilidade de uma melhor participação desse segmento nas aquisições públicas este ano, explica.

Os bens mais fornecidos pelas MPE em 2013 pertencem ao grupo Subsistência, que movimentou nesse primeiro semestre R$ 570,9 milhões (16% ). Os produtos alimentícios fazem desse agrupamento. Já em relação às contratações de serviços, o grupo Tipos Especiais de Serviços de Construção lidera o ranking, respondendo por 13% dessas aquisições, com um valor de R$ 384,7 milhões. São exemplos deste tipo de serviço pinturas e obras de manutenção predial.


No Brasil, os micro e pequenos empreendedores estão concentrados nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul. Os empresários dessas regiões respondem por 76% do total de inseridos no Sistema de Cadastramento de Fornecedores (Sicaf) nos seis primeiros meses de 2013. No total, o setor possui 168,3 mil fornecedores cadastrados no Sicaf, que é gerenciado pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI).

Compras de pequeno valor

Em 2013, nas compras de pequeno valor, aquelas realizadas até R$ 80 mil, as Micro e Pequenas Empresas forneceram para os órgãos federais bens e serviços no montante de R$ 1,7 bilhão, valor que corresponde a 70% dessas compras. De acordo com  Foresti, o setor tem preferência nessas aquisições, mas nem sempre participam dessas licitações ou usufruem do benefício estabelecido pela lei. 

“Trabalhamos para esta porcentagem chegar a 100% e o crescimento desse ramo empresarial nessas compras, comparando-se o primeiro semestre de 2013 com o de 2012, foi de 47%, dados que comprovam que a política está no caminho certo, disse.