Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Governo cria rede de inovação no setor público federal

Notícias

Governo cria rede de inovação no setor público federal

Objetivo é promover entre os três poderes soluções para atender necessidades dos cidadãos
publicado:  11/10/2016 17h22, última modificação:  24/10/2016 11h38
 
 
“O governo brasileiro tem que investir em medidas inteligentes e inovadoras de gestão. É nesse contexto que serão encontradas soluções sustentáveis, permanentes e economicamente efetivas para o Estado” disse o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), Dyogo Oliveira, nesta terça-feira (11), durante a cerimônia de assinatura de acordo para a criação da Rede Federal de Inovação no serviço público (InovaGov).
 
Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejamento 

A iniciativa tem como objetivo fomentar ações de inovação entre os órgãos e entidades dos três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – bem como contribuir para interação com o setor privado, acadêmico, sociedade civil e iniciativas similares nos âmbitos estadual e municipal. O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, destacou a importância da integração dos três poderes da União para viabilizar o desenvolvimento de projetos na área. “A inovação é dever do Estado e direito de todos os cidadãos”, disse.
 
Os primeiros passos para o desenvolvimento da rede foram dados em janeiro de 2016. Desde então, 38 instituições públicas estão envolvidas em discussões sobre projetos comuns. A proposta é trocar experiências entre os participantes, buscar soluções conjuntas para desafios e problemas compartilhados, inclusive mediante revisões normativas junto à sociedade, academia e setor privado. “Essa iniciativa auxilia o gestor a ter mais um instrumento para alcançar maior eficiência na gestão pública”, comentou Oliveira.
 
Os próximos passos serão a assinatura de acordos de adesão com as instituições já envolvidas na parceria e a aprovarão do regulamento com as diretrizes básicas de funcionamento da rede. O normativo definirá condições para a participação de órgãos de outras esferas, instituições de ensino e pesquisa, organizações do terceiro setor e empresas privadas. Os demais órgãos federais interessados em aderir à Rede devem encaminhar um pedido para o e-mail inova@planejamento.gov.br.
 
Para conhecer as ações desenvolvidas pelo InovaGov acompanhe as redes sociais: @inovagovbr e www.redeinovagov.blogspot.com.br.