Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > Experiência brasileira com pregão eletrônico é levada a 32 países

Notícias

Experiência brasileira com pregão eletrônico é levada a 32 países

publicado:  16/04/2015 15h20, última modificação:  16/04/2015 15h20

Evento discute modalidades de licitação eletrônica

Brasília, 27/8/2013 – A experiência brasileira com o uso do pregão eletrônico foi apresentada durante a Oficina Temática sobre Pregões, evento internacional organizado pela Rede Interamericana de Compras Governamentais, na cidade do México, nos dias 27 e 28 deste mês. O Brasil será representado pela Diretora de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Ana Maria Vieira Neto, que responde pelo pregão eletrônico e por outras iniciativas ligadas à área de compras públicas.

Desde 2008, o pregão eletrônico já gerou uma economia de 88% em relação aos custos previstos. Só em 2012, foram economizados R$ 7,8 bilhões. “São 13 anos de experiência desde a implementação do pregão. Vamos levar essa experiência e mostrar tanto a evolução dessa modalidade quanto de outras modalidades de licitação eletrônica, explicou Ana Maria Vieira Neto.

A conferência é uma atividade anual organizada pela Rede Interamericana de Compras Governamentais ("Red Interamericana de Compras Gubernamentales"), da qual o Brasil faz parte desde 2008. Esta rede, formada por 32 países, foi criada em 2004 e é composta pelos órgãos responsáveis pela regulação, modernização e gestão da contratação pública de cada nação. O evento é o foro técnico mais relevante da troca de experiências e tecnologias entre os países-membro.