Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Tecnologia da Informação > Notícias > CRC de Porto Alegre ganha novo prédio em 2008

Notícias

CRC de Porto Alegre ganha novo prédio em 2008

publicado:  16/04/2015 18h19, última modificação:  16/04/2015 18h19
Brasília, 18/12/2007 – O Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) de Porto Alegre, unidade do Projeto Computadores para Inclusão do Governo Federal, ganhará novas instalações no próximo ano. O convênio para a construção da nova sede será firmado nesta quarta-feira, dia 19 de dezembro, entre o Centro Social Marista (Cesmar), parceiro do Ministério do Planejamento, a Prefeitura de Porto Alegre e a Empresa Vonpar que vão investir R$ 450 mil na obra.

 

A assinatura será às 14h no Loteamento Timbaúva no bairro Mário Quintana, em Porto Alegre, na sede do Cesmar. A solenidade contará com a presença do secretário adjunto de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Rodrigo Assumpção, além de autoridades da Prefeitura de Porto Alegre e parceiros locais.

 

Atualmente, as atividades do Centro funcionam num prédio de 720 metros quadrados cedido pelo Cesmar. A nova obra atende a uma demanda do Orçamento Participativo (OP) de Porto alegre que inicialmente pleiteou a construção de um galpão de reciclagem de resíduos sólidos. Mas após um processo de discussão entre a comunidade e o Cesmar, os conselheiros do OP mudaram a reivindicação e optaram por aperfeiçoar as instalações do CRC já que atua no recondicionamento de computadores.

 

O CRC de Porto Alegre integra o Projeto Computadores para Inclusão desenvolvido pelo Ministério do Planejamento e foi a primeira unidade inaugurada em abril de 2006. Nos dois primeiros anos de atividade o Governo Federal investiu R$ 500 mil no Centro e outros R$ 300 mil serão destinados ainda em 2007.

 

Depois da capital gaúcha também entraram em funcionamento nesse ano os Centros do Gama, no Distrito Federal, que foi inaugurado pelo presidente Lula e o de Guarulhos, em São Paulo. O projeto é inspirado na iniciativa canadense Computadores para as Escolas, do Governo Canandense, que recuperou mais de 750 mil equipamentos em 14 anos de experiência.

 

O objetivo do projeto é recondicionamento de equipamentos de informática como computadores, impressoras e servidores, descartados por órgãos do governo e empresas para destiná-los a projetos de inclusão digital como telecentros, escolas, bibliotecas e outros centros públicos para acesso à internet. 

 

Cerca de 90 jovens da comunidade local atuam no CRC-Cesmar e recebem qualificação através de cursos de hardware e software livre.  Desde a sua inauguração, a unidade já recondicionou mais de mil máquinas entre computadores, impressoras e servidores que já foram entregues a iniciativas de inclusão digital do Rio Grande do Sul e outros estados do país. 

 

Entre os principais doadores de equipamentos para serem recuperados pelo Centro foram o Ministério do Planejamento, Refinaria Alberto Pasqualini, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Banco Central, Dataprev e PUC/RS, além de empresas.

 

O CRC-Cesmar integra o Programa Brasileiro de Inclusão Digital, e é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, e a Rede Marista de Educação e Solidariedade, através da mantenedora União Sul Brasileira de Educação e Ensino Superior (USBEE). Também conta com parceiros como a Avina, Nortran, Vonpar, Prefeitura de Porto Alegre e Grupo Hospitalar Conceição.