Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > Seges se moderniza com o uso de recursos de TI

Notícias

Seges se moderniza com o uso de recursos de TI

publicado:  07/04/2015 15h24, última modificação:  07/04/2015 15h24

Brasília, 7/1/2010 – No esforço de modernizar a forma como executa as atividades do dia a dia, a Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento (Seges) começa 2010 na vanguarda no que se refere ao uso de soluções em Tecnologia da Informação (TI).

Além de disponibilizar um portal nacional sobre gestão pública (www.gespublica.gov.br) e de aproveitar ferramentas como You Tube, Twitter, Flickr, Google Docs, o passo mais recente foi a criação da WikiSEGES – portal interno aberto à contribuições dos servidores.

O objetivo de todas essas iniciativas, de acordo com o secretário Marcelo Viana, é tornar mais ágil e eficiente o trabalho da Seges. Segundo o secretário, uma organização moderna não deve ficar à margem das inúmeras possibilidades ofertadas pela Internet. Nesse contexto se insere “conhecer e usar bem os recursos oferecidos gratuitamente na Web.

O esforço de modernização das atividades realizadas pela Secretaria de Gestão inclui migrar para tecnologias abertas um grande volume de trabalho em documentação e gestão do conhecimento, que já vinha sendo utilizado em tecnologias proprietárias. A finalidade é obter, por esse meio, a padronização de procedimentos, a redução de custos e de trabalho operacional, e gerar soluções estáveis, contínuas e confiáveis.

A Seges já começou a aproveitar o potencial de software livre, alcançando, como primeiros resultados, itens como: servidor de aplicações Web na intranet rodando exclusivamente software livre; programa de desenho de diagramas; programas de edição de imagens vetoriais e rasterizadas; programa de recuperação de dados de gráficos a partir de imagens; programa de edição arquivos em PDF escaneados, entre outros.

Em outra frente de mobilização, a Secretaria se empenha para a implantação do WebService do Sistema de Informações Organizacionais do Governo Federal (SIORG) que, como o próprio nome diz, fornece informações para os demais sistemas da Administração Pública Federal. Construir e manter o WebService significará consolidar a credibilidade do SIORG.

Capital humano – A Secretaria de Gestão também trabalha na conscientização sobre essa nova realidade que requer a capacitação de pessoas. Ao investir em capital humano, a intenção é proporcionar, por meio de treinamentos e da difusão do conhecimento intensivo sobre informática, condições para que os servidores sejam hábeis nas ferramentas que precisarem usar.

Com esse intuito, será viabilizada uma iniciativa em consonância com a e-PING publicada pelo Comitê Executivo de Governo Eletrônico do qual a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) é a Secretaria Executiva, que consiste na adoção do pacote de escritórios OpenOffice.org como padrão na Secretaria. O novo pacote, além de ser gratuito, traz consigo exportação para PDF em um clique, corretor ortográfico em conformidade com a Nova Ortografia e um plugin que edita a maioria dos arquivos salvos em PDF.

Na interação com o quadro de servidores, a Seges está providenciando viabilizar maior proximidade e cooperação com a adoção de ferramentas simples de software livre como, por exemplo, o “Bate-papo da Seges, serviço de mensagens para aproximar pessoas e facilitar o trabalho do cotidiano. Também entra na lista, o “InformaSeges, informativo mensal agora eletrônico com várias funcionalidades. Com esse mesmo enfoque, a Secretaria está preparando a criação do “Álbum de Fotos no qual os servidores poderão salvar, para visualização interna no Ministério, as fotos de eventos dos quais participem. As novas medidas deverão ser implementadas nos próximos meses de fevereiro e março.