Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > SEGEP é premiada por novo modelo de gestão da folha de pagamento do Executivo Federal

Notícias

SEGEP é premiada por novo modelo de gestão da folha de pagamento do Executivo Federal

publicado:  07/04/2015 15h24, última modificação:  07/04/2015 15h24

Menção honrosa foi obtida em concurso de boas práticas organizado pela CGU

A Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento (Segep/MP) foi agraciada com menção honrosa pela prática “Novo modelo de gestão da folha de pagamento – implantação da etapa verificação da conformidade da folha por intermédio de ações preventivas. O reconhecimento foi obtido no II Concurso de Boas Práticas da Controladoria-Geral da União (CGU). 

A Segep disputou na categoria mais concorrida do concurso, sobre “Fortalecimento dos controles internos administrativos, ao lado de outras 43 iniciativas.  

A Secretaria de Gestão Pública alterou o seu perfil de atuação, passando a proceder de forma mais proativa na gestão da folha de pagamento do Executivo Federal. Em consequência disso, reorientou as atividades da equipe da antiga auditoria – que fazia um trabalho análogo ao da CGU – para um processo estruturado, de verificação prévia da conformidade dos lançamentos na folha de pagamento.

Como funciona – A nova rotina está estruturada em quatro ciclos semanais. A cada semana a equipe envia um relatório para todos os setoriais de RH, apontando os indícios de possíveis erros. Os setoriais fazem as correções necessárias e, caso isso não ocorra, a Segep exclui o lançamento não permitindo que o erro se concretize em um pagamento indevido. 

Além de garantir maior segurança jurídica e administrativa para as unidades de gestão de pessoas, esse processo já proporcionou uma economia de cerca de R$ 600 milhões no exercício de 2014.

Para a Secretária de Gestão Pública, Ana Lúcia Amorim de Brito, o prêmio da CGU é importante porque reconhece e valoriza o investimento na modernização de processos da administração pública. “Com essa prática, conseguimos comprovar que com inteligência, proatividade e os recursos existentes é possível fazer mais e melhor. Basta ter iniciativa.