Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > Promoex é divulgado em Congresso para contabilistas

Notícias

Promoex é divulgado em Congresso para contabilistas

publicado:  07/04/2015 15h23, última modificação:  07/04/2015 15h23

Brasília, 3/9/2008 – A diretora do programa de Modernização do Sistema de Controle Externo dos Estados, Distrito Federal e Municípios Brasileiros (Promoex), Heloísa Garcia Pinto, participou na última semana em Gramado, no Rio Grande do Sul, do 18º Congresso Brasileiro de Contabilidade. O Promoex é desenvolvido pela Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento.

No evento que reuniu mais de cinco mil profissionais do setor, do Brasil e do exterior, Heloísa fez palestra sobre os fundamentos do Promoex e sua contribuição na consolidação do controle social como uma prática cidadã. O programa criado em 2005 trabalha pela modernização dos tribunais de contas e em sentido mais amplo visa à melhoria da gestão pública no Brasil.

Heloísa Pinto fez sua palestra no painel sobre contabilidade pública, onde falaram também sobre mecanismos de controle o presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), Victor José Faccioni, o ministro do Tribunal de Contas da União, Benjamin Zymler e o controlador-geral do município do Rio de Janeiro, Lino Silva.


Foto:Divulgação.  Heloísa Pinto, diretora do Promoex, ministro do TCU, Benjamin Zymler e presidente da Atricon, Victor Faccioni

Promoex – O programa é executado pelo Ministério do Planejamento e operacionalizado pelos tribunais de contas com base em empréstimo contratado com o BID, no valor de US$ 38,6 milhões. Está orçado em US$ 64,4 milhões e conta com recursos adicionais de US$ 25,8 milhões, sendo US$ 21,9 milhões provenientes dos tribunais de contas dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

O compromisso dos tribunais em relação ao programa envolve o fortalecimento de vínculos com poderes e instituições dos três níveis de governo e com a sociedade, a integração dos TCs ao ciclo de gestão governamental, a redefinição das metodologias, técnicas e procedimentos de controle externo, o planejamento estratégico e modernização administrativa e o desenvolvimento de tecnologia da informação harmonizado com a política e gestão de pessoal.